Porque sem ele, não teríamos saído da Idade da Pedra. Com amor, respeito e opinião tudo se resolve, tudo evolui...

31
Mai 06

Pois é. São dias de sol e calor. São noites agradáveis e serenas. Temos festas todos os fins de semana. Temos idas á praia ou piscinas. Temos férias (os que têem) para visitar os amigos e familia. Temos viagens para conhecer o país e o mundo. Vamos ter o Mundial para alegrar, ou não, as nossas almas. Temos churrascadas e piqueniques com os amigos. Ai o Verão é bom.

Mas também temos incêndios nas nossas matas. Temos praias perigosas onde morre gente. Temos acidentes de viação que tira a vida ou alegria ás pessoas. Temos noites de assaltos, crimes e sobresaltos. Temos insectos rastejantes e voadores que nos consomem e nos deixam com vontade de matá-los a Mafu. E eu que o diga, estou com um inchaço no braço esquerdo, que mais parece a cordilheira dos Himalaias, devido à picada de um bicho qualquer. E a minha esposa ainda está pior, é mais sensivel a este tipo de picadas. Borboletas nocturnas tem sido ás centenas, ou mesmo aos milhares aqui nas redondezas. Já avisaram para termos cuidado com as famosas lagartas dos pinheiros, que é o que não falta por aqui. São insolações e escaldões devido ao excesso de sol e calor.

O Verão é bom...                             ...mas tem que se lhe diga. UFA

publicado por Alvaro Faustino às 10:57
sinto-me: suado e bastante picado
tags:

29
Mai 06

Mais um fim de semana que se vai, este com especial atenção à pequena viagem que fiz este domingo em representação do grupo do qual faço parte. Matela , em Penalva do Castelo, foi o destino. Uma viagem cansativa e com muito calor ao Portugal profundo, ao verdadeiro país, na minha opinião. Mas numa região cheia de belas paisagens.

E onde, como à boa maneira portuguesa, comer em convívio e debaixo de uma sombrinha com o ribeiro a passar mais abaixo, perto de Sever do Vouga. É Portugal e é naturalmente belo.

Para saber como correu a saída em si, terão de ir ao sitio do grupo. Mas terá de ser mais tarde, pois já passa da uma da manhã e como devem calcular, estou esturricado e cansado. De manhã prometo que coloco as imagens e conto como correu no sitio do grupo. Parece que tenho o calor todo que apanhei durante o dia, ainda a sair do meu corpo. Tou a escrever isto e tou cá com uns calores. Vou aproveitar e antes de me deitar, vou um pouco até à varanda apanhar um pouco de ar mais fresco, aproveito e ouço os maravilhosos sons nocturnos que existem por aqui. Imaginem ouvir a esta hora grilos, cigarras, rãs, relas e corujas. Ver os morceguitos a voar junto ás lâmpadas da rua e os coelhos a passearem belas beiras das estradas, mesmo juntinhos ao mato.

É isto que temos de preservar. É isto que me acalma e relaxa ao fim dos dias de trabalho e stress. Já me estou a alongar na treta, mas deve ser da Primavera. Tem destas coisas.

 

publicado por Alvaro Faustino às 00:52
sinto-me: ai....aiiii

26
Mai 06

Antes de tudo, obrigado pelo elogio ao visual destas páginas e também pelas mil visitas já efectuadas.

Agora vamos ao que interessa. Estes dias li no JN (veja aqui o artigo) a notícia de que o Sapo iria fazer a migração automática e gratuita  de 2 megas para 4 megas. Ainda não sei se será totalmente verdade, pelo menos a mim ainda não aconteceu. Se alguém que já tenha feito a migração ler estas linhas, por favor diga-me a veracidade desta notícia e se os limites de tráfego também sobem para os de 4 megas ou mantém-se no de 2 megas.

Depois no dia seguinte, ouvi na TV que o governo iria propor e aprovar uma medida que irá mexer nos nossos bolsos. A suspensão da cobrança dos custos de aluguer de contadores e assinatura telefónica, o que me deixou esperançado, principalmente neste último ponto, porque ao custo da internet temos de associar o custo dessa tal assinatura de telefone, o que a torna muito cara, cerca de 42.06€ sem o odioso IVA para 2 megas.

Mas já hoje soube que afinal a medida em relação à assinatura telefónica não será aplicada. Iremos continuar a ter o acesso à internet mais caro da Europa e com a obrigação de efectuarmos  dois contratos para tal. Enfim pequenos pormenores deste pequeno grande país.

Parecendo que este fim de semana irá ser de Verão...

Bom Fim de Semana

publicado por Alvaro Faustino às 11:19

24
Mai 06

Eu que tinha Timor como povo pacífico e respeitador, pelo vistos enganei-me. Pelo menos com aqueles que tornaram a amendontrar o povo com guerrilhas e distúrbios.

Afinal, o que se passa em Timor? Será que se esqueceram dos valores da liberdade? Será que esqueceram o sangue e o suor derramados, não vai há muito tempo, contra a opressão e ditadura de um país invasor? Quem são e o que pretendem estes novos rufias?

Tudo perguntas com dificil resposta. Tenho pena dos que não esqueceram os sacrificios e as dores passadas de um país ocupado. Tenho pena porque não esqueceram e por isso continuam com medo e fogem, de novo, de suas casas. Suas terras.

Povo irmão sem rumo e destino, quando alguns querem voltar ao passado.

...calam-se (de novo) as vozes dos teus avós.

     

publicado por Alvaro Faustino às 10:52

19
Mai 06

Depois de dar uma voltinha pela blogosfera e de ler as notícias do país e do mundo, tenho de dizer que se dá muito destaque ao que de mau acontece, esquecendo que também acontecem coisas boas neste país. Decidi por isso falar-vos sobre umas coisas que a maior parte de vós não ouviu falar.

Afinal Portugal continua na vanguarda no que toca a descorbertas e melhoramentos na qualidade de vida. Ora vejam:

  • Somos provavelmente, os maiores produtores de cortiça do mundo.
  • A rede de metro do Porto é a mais segura e eficiente da Europa, com um preço bastante reduzido em relação ao preço de obra.
  • Temos dos melhores vinhos, principalmente o vinho do Porto, onde no Reino Unido é vendido como artigo de luxo.
  • Temos empresas que trabalham e produzem material para ser usado nos váivens da NASA.
  • Igualmente temos empresas que trabalham directamente para a ESA (congénere europeia da NASA).
  • Fomos pioneiros no sistema de Via Verde nas auto-estradas.
  • Já fabricamos um satélite que foi um sucesso.
  • Ainda ontem uma equipa portuguesa de astrónomos deu a conhecer ao mundo, um conjunto de novos planetas extra-solares.
  • A organização do Euro 2004 serve de exemplo para o Mundial 2006 e para o futuro Euro 2008.
  • Somos dos países que mais investe no estudo do cancro da mama, com resultados positivos no que toca a tratamentos.
  • ...

... entre muitas outras coisas que não me recordo ou não sei. Enfim, só é pena que a mente da maioria, principalmente em relação aos patrões, não seja tão pioneira em relação ao país. Vamos ter orgulho no país que temos e apostar nele. Em termos de potencial, seja ele social, energético, económico ou produtivo, temos ainda muito para trabalhar e é com pena que vejo empresas a fechar por motivos de ordenados e deixar o país para outros com eles mais baixos, sejam ela empresas estrangeiras ou portuguesas, porque também as nossas fazem isso, é com pena que vejo jovens abandonar o país para irem trabalhar para fora, eu próprio já tive essas ideias. Mas BASTA, temos de acreditar e trabalhando cá para isso somos capazes de transformar o país num "jardim plantado à beira mar" bem melhor do que a horta que cá temos.

 

VIVA PORTUGAL

publicado por Alvaro Faustino às 11:39
sinto-me: orgulhoso

14
Mai 06

E acabou mais um fim de semana. Este, particularmente, cheio de emoções, principalmente no Sábado, onde participei, numa de muitas procissões de velas em honra de N. Srª. de Fátima. Minha esposa lembrou-se de fazer, com a ajuda de uma amiga, uma tarte de morangos. Como não posso enviar-vos através da net um bocado, deixo-vos com a foto. Sei que não enche a barriga, mas já regala os olhos. Durante a tarde fomos visitar a minha sogra ao IPO do Porto, onde tive a oportunidade de andar pela primeira vez no Metro do Porto. Uma viagem cheia de solavancos, uma vez que andam ainda em obras por toda a parte, ele é a fazer auto-estradas e a fazer a ligação á linha de metro que irá servir o Aeroporto Francisco Sá Carneiro.  

Depois à noite foi algo inesquecível, não me lembra de ter tanta gente numa procissão de velas cá na terra. Uma procissão muito bem organizada e cheia de emoção. Posso ser uma pessoa não muito crente em Fé, mas tenho de dar o braço a torcer. O fenómeno Mariano é algo que me toca e, talvez por participar na organização ou a multidão ou a beleza da procissão em si, desta vez fiquei tocado no coração. Domingo tivemos a missa da manhã com a participação das crianças, onde algumas cantaram na Igreja. Houve até quem comentasse a diferença de outros anos, onde não houve a magia que houve neste. Foi inesquecível.

À tardinha, uma vez que tenho a minha sogra internada no IPO, fizemos o almoço para o meu sogro e cunhadito mais novo, onde já não havia tarte de morangos para comer, o que foi pena. Já nós os dois, pela tarde um cafézito a um local que gosto muito pela paisagem, Mt. S. Félix, na Póvoa e um lanchinho com direito a passeio a pé, junto à praia e ao mar. Fizemos uma coisa que não faziamos à muito tempo, namoriscar no areal tipo dois adolescentes a viver um amor de Verão.

Este fim de semana fez-me ver o quanto sou feliz com aquilo que tenho. E deixou-me mais esperançado em  relação ao futuro. Faz-nos tão bem não ligarmos aos problemas do dia-a-dia e só pensar nas coisas boas da vida.

Como eu disse no outro dia, Fátima faz-me sentir bem por dentro, ajuda-me a "limpar" a minha mente. E é bem verdade.

Uma boa semana para todos.

publicado por Alvaro Faustino às 23:50
sinto-me: com vontade de vençer

11
Mai 06

Estamos a chegar ao dia 13 de Maio, dia de N. Srª. Fátima. Um dia carregado de Fé e esperança e bem estamos a precisar de alguma neste momento, onde todas as notícias se revelam más para os portugueses em geral.

Embora seja uma pessoa que não acredita muito nestas coisas de Fé, pelo menos como a maioria das pessoas a vê, costumo ir a Fátima todos os anos. Nunca fui a pé, mas gostaria de um dia ir. Tenho que ganhar a coragem para enfrentar semelhante tarefa. Gosto imenso de ir a Fátima, um local que me deixa com uma paz interior enorme, onde me interiorizo mentalmente sobre a minha vida e o que quero fazer dela. Não sendo praticante, não vou lá para rezar, porque isso poderemos fazer no conforto de nossa casa, mas para me "limpar" de todas as dúvidas que vou tendo ao longo do ano. Tal como os muçulmanos vão a Meca pelo menos uma vez na vida, também nós católicos, e principalmente portugueses, deveríamos ir a Fátima pelo menos uma vez na vida. Sejamos nós praticantes ou não.

É um local que nos deixa tranquilos e com uma sensação de inferioridade em relação ao Universo enormes. Um local que nos permite reflectir tranquilamente. Um local com uma "magia" inexplicável. Um local, que poderemos dizer, onde a Fé move montanhas, mas acima de tudo, a própria vontade das pessoas move montanhas. Um local onde devemos respeitar a Fé, mas acima de tudo, acreditar em nós próprios.

Porque a Fé apenas coloca à nossa frente caminhos, cabe-nos a nós escolher aquele que queremos seguir.

publicado por Alvaro Faustino às 12:00

10
Mai 06
"Francisco José Viegas tem vindo a travar na Net e no JN um combate solitário contra a intenção do Governo de aumentar os descontos para a Segurança Social dos casais sem filhos e baixar os das famílias numerosas. O objectivo é incentivar os portugueses a terem mais filhos, para que, no futuro, haja mais "contribuintes". Gosto de combates solitários e quase tenho pudor de me pôr ao lado de Francisco José Viegas neste. Mas, que os economistas da Segurança Social me perdoem, não consigo ver os meus filhos como "contribuintes", e parece-me imoral esse olhar usurário sobre as nossas crianças à espera que cresçam e comecem a "descontar". Baixar (ou eliminar) os descontos das famílias numerosas, como das pouco numerosas, parece-me justo tratando-se de famílias sem recursos. Mas baixá-los só por serem numerosas e aumentar os das pequenas famílias independentemente dos recursos que tenham lembra-me de mais o "Admirável Mundo Novo" para não me assustar. Assim sendo, porque não, como na inquietante utopia de Huxley, criar (a medicina reprodutiva já o permite) linhas de produção em série de futuros "contribuintes"? Talvez até programando o seu ADN para que morram mal deixem de "contribuir" e se tornem um "peso" para a Segurança Social".



Jornal de Noticias 09/05/2006
Mais tarde, chegou-me aos ouvidos que o Governo já planeia criar estas linhas de montagem...
... nas caves das maternidades que irão fechar.
publicado por Alvaro Faustino às 11:52
sinto-me:

08
Mai 06

 

Como por esta altura existem milhentas coisas para oferecer no Dia da Mãe, o que se torna muito repetitivo e chegamos ao ponto de oferecer sempre as mesmas coisas, este ano, juntamente com a minha esposa (a ideia até foi dela) decidimos oferecer algo realizado por nós cá em casa. Pegamos numa velha lista telefónica e transforma-mo-la numa emitação de livro antigo, com uns toques de dourado e com o grafismo feito numa daquelas folhas trabalhadas. Fizemos um para a minha mãe, outro para a mãe dela e como tivemos uma visita de uma pessoa que adorou o trabalho, fizemos mais um para a mãe dessa pessoa. Destes dois últimos, não tenho foto mas talvez para a semana já coloque para que vejam como ficaram. Como a minha mãe não considera este o verdadeiro Dia da Mãe, prefere o 8 de Dezembro, decidi então oferecer a prenda como Dia dos Pais, uma vez que ambos são importantíssimos para mim.

publicado por Alvaro Faustino às 10:31

04
Mai 06
Por designios dos deuses ou não, enquanto escrevia o anterior artigo, recebo na minha caixa de email a mensagem que passo a citar: 
" Num curso de "AGENTE DE SAÚDE COMUNITÁRIA" ensinaram que, na
  hora da queimadura, seja lá a extensão que for, a primeira providência é
  colocar a parte afectada debaixo de água fria corrente até que o calor
  diminua e pare de queimar muitas camadas de pele, e depois, passar clara
  de ovo, levemente batida, só para que ela seja mais fácil de aplicar.
  Pois pasmem vocês: na semana passada, ao aquecer a água, uma amiga deixou
  passar do ponto; ela já estava em ebulição e, quando pegou a chaleira para
  jogar aquela água fora, "conseguiu" queimar uma grande parte da mão,
  porque a água fervente jorrou para fora quando ela tentava manusear a
  chaleira. Colocou então a mão em baixo da torneira, bastante tempo, para
  tirar aquele calor inicial, porque a dor era violenta. Então, abriu 2 ovos
  e separou as claras, bateu um pouco, e ficou com a mão naquela coisinha
  chata, que era a clara. Estava tão queimada a mão que, assim que ela
  colocava a clara em cima, secava e ficava uma película que depois ficou
  sabendo que era colágeno natural.  Ficou pelo menos uma hora colocando
  camadas de claras na mão. À tarde,não sentiu mais dor alguma e no dia
  seguinte apenas havia a marca vermelha arroxeada onde havia queimado.
  Pensou que ficaria com uma cicatriz horrível mas, para sua surpresa,
  depois de 10 dias estava sem nenhuma marca do acontecido, nada . Nem a cor
  da pele mudou; aquela parte queimada foi totalmente recuperada pelo
  colágeno existente na clara de ovos que, na verdade, é uma placenta e é
  cheia de vitaminas.
 
 
 
  Repasse esta mensagem, pois sempre existe alguém que pode precisar!
mais!"
E eu repassei e passei outra vez, mas como demorava muito tempo a enviá-la a todos os meus contactos, decidi publicar aqui no blog, uma vez que é visitado por milhares de pessoas diáriamente (caso repararem no contador, ainda não chegou sequer ás 900 visitas. Mas fica sempre bem dizer isto). Aqui está finalmente, um artigo de comprovado interesse público, um para juntar aos favoritos, não vá o diabo tecê-las.
publicado por Alvaro Faustino às 21:28
sinto-me: menos cansado e mais feliz

Maio 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

15
16
17
18
20

21
22
23
25
27

28
30


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
comentários recentes
eu preciso trabalho se houver eu arrisco,,melhor q...
Boa tardeGostaria de tentar a minha sorte por lá t...
tem trabalho para mim moro no luxembourg mas gosta...
Ola alguém me pode ajudar a ter trabalho para ai p...
Que bom para si Ana. Pena não ter reparado na data...
Eu estou na holanda .Não trabalho porque não quero...
procuro trabalho na Holanda em estufas de flores p...
Gostaria de trabalhar em estufas na Holanda poi em...
quala é a empresa?
Boas, sou estudante e procuro trabalho no verão na...
blogs SAPO