Porque sem ele, não teríamos saído da Idade da Pedra. Com amor, respeito e opinião tudo se resolve, tudo evolui...

26
Out 08

Bem, muita gente me tem perguntado que tipo de trabalho é o meu. Eu respondo que faço demolições de estufas, mas muita gente não compreende o que é isso. Devido a isso, uma vez que nem eu sei o que ando a fazer ás vezes, aqui está uma amostra do que faço, embora esta seja uma das muitas maneiras de o fazer, esta é para mim a mais espectacular.

 

 

publicado por Alvaro Faustino às 19:09
sinto-me: demolidor
música: the roof is on fire

23
Out 08

 

Parabéns aos nossos primos pela chegada da vossa princezinha. Estamos igualmente muito felizes por vós. Agora só falta ver as fotos, muitas fotos, carradas delas. Nunca mais chega ao fim do ano para nos deslocarmos atá aí para vos visitar a todos.

 

Mas no meio desta alegria toda, lembrai-vos de uma coisa. Agora é que a coisa vai dar trabalho... eheheh

 

 

Estamos muito felizes. Muito mesmo.

 

publicado por Alvaro Faustino às 20:24
sinto-me:

21
Out 08

Também já reparei no último vídeo do post  "Procura de Arquivos". Não funciona. E então que fiz. Tornei a ir ao sapo vídeos e fazer novo upload do mesmo. E assim fiz, só teria de esperar alguns minutos. Pois... Acabou por demorar uns minutões, para chegar ao fim e não conseguir devido ao vídeo ter mais de 10 minutos. Era bom que tivessem dito isso antes de iniciar o upload. Aqui fica o aviso.

publicado por Alvaro Faustino às 11:34
tags: ,

19
Out 08

Que ando numa de fotos, mostro-vos estas duas do meu destino de Passagem de Ano 2008-2009.

 

 

 

Laussane, Suiça. Já tenho as passagens compradas. Só falta agora chegar o dia.

 

publicado por Alvaro Faustino às 13:37
sinto-me: continuo com a cabeça no ar

Muito embora, coisas que não se vê todos os dias.

 

 

 

 

Isto era uma das viagens que não me importava de realizar. Quem já a faz diz que o melhor é a tranquilidade que se sente lá nem cima. O que é bom, nestes dias de stress citadino que se vivem actualmente.

Estas fotos foram tiradas perto de Eindhoven, já no nosso regresso a Rotterdam. Estes foram apenas alguns balões que se viram nos céus. Alguns entre muitos que subiram em direcção aos céus, para deslumbrarem o por do sol nestas latitudes, em pleno delta do Reno.

 

Adorava ter subido também, para sentir a emoção e tirar umas fotos para vos mostrar. Quem sabe, um dia...

 

publicado por Alvaro Faustino às 13:33
sinto-me: cabeça no ar

 

Reparem bem na foto, no carro da policia. No lugar das rodas, o que se vê. Isto foi uma coisa nunca vista por estes lados. Mas não passou de uma brincadeira, penso que uma publicidade maluca, que se costuma fazer por estes lados. Mesmo assim, nada que se veja todos os dias. Mesmo que fosse em Portugal...

 

publicado por Alvaro Faustino às 13:01
música: benny hill

16
Out 08

 

É com esta imagem que quero recordar a minha última estadia em Portugal. Castelo de Almourol, em pleno rio Tejo. Para mim, o mais bonito castelo de Portugal.

 

 

Sei que é dificil de ver, está assim um pouco para o fugido, mas é normal, uma vez que passou por mim a mais de 200 km/h. Um carro de Fórmula 1 em pleno centro da cidade, não é coisa que se veja todos os dias, pois não?

Ora vejam o vídeo.

 

 

 

Aqui foi o meu S. João aqui em Roterdão. Bem, claro que não, mas aproveitei a coincidência de ser no mesmo dia para relembrar essa festa que tanto gosto.

 

Isto foi a Inauguração do Cruzeiro Eurodam, um novo barco das Linhas Holandesas-Americanas.

 

 

 

Como vêm, eu não me esqueço de vós. Só que dantes era mais dificil ter internet. Agora, sendo mais fácil, escrevo mais vezes e mostro-vos uma pequena sensação do que é estar aqui.

publicado por Alvaro Faustino às 19:59

12
Out 08

Domingo, principalmente ao fim da tarde. A altura mais chata e melancólica da semana para mim. Chega esta altura e sinto-me sempre triste e cansado. Não sei-o porquê, mas sei que o sinto. Haverá alguma teoria ou explicação para este sentimento? Haverá mais alguém que se sinta assim? Que gostava de ter uma explicação? Não sei, mas tenciono descobrir...

publicado por Alvaro Faustino às 18:42
sinto-me: não sei

11
Out 08



É bom começarmos mesmo a atacar.
Leiam estas estas três preciosas dicas sobre como lidar com as agressões
de Telemarketing, que constituem para todos nós uma praga quase diária.


- Um método que realmente funciona:
Ao receber uma chamada de Telemarketing a oferecer um produto ou um Serviço, diga apenas, com toda a cortesia:
"Por favor, aguarde um momento...".
Dito isto, deixe o telefone sobre a mesa e vá fazer outras tarefas (em vez de simplesmente desligar o telefone de imediato).
Isso vai fazer com que cada chamada de Telemarketing para o seu  Telefone
tenha uma duração longuíssima, ultrapassando em muito os limites  impostos
ao indivíduo que lhe ligou.
Reponha o telefone na posição de repouso apenas quando tiver a  Certeza de
que desligaram.
Não tenha dúvida de que esta é uma lição de custo elevado para os intrusos.


- Já alguma vez lhe sucedeu atender o telefone e parecer que não há ninguém do outro lado?
Fique a saber que esta é uma técnica de Telemarketing.
Executada por um sistema computorizado, o qual estabelece a ligação e regista a hora em que a pessoa atendeu o telefone. Esta técnica é utilizada  por alguns serviços de marketing para determinar a melhor hora do dia em que uma pessoa dos serviços poderá ligar-lhe.
Neste caso, ao receber este tipo de ligação, não desligue.
Pressione imediatamente a tecla "#" do aparelho, seis ou sete vezes seguidas e em sequência rápida.
Normalmente, este procedimento confunde o computador que marcou o seu número, obrigando-o registar o seu  número como inválido, eliminando-o
assim da base de dados.


- Publicidade inserida nas contas recebidas pelo correio.
Todos os meses recebemos publicidade indesejada inserida nas contas.
De telefone, luz, água, cartões de crédito, etc.Muitas vezes essa  propaganda em acompanhada de um envelope-resposta, que "não precisa selar; o selo RSF(resposta sem franquia ).
Insira nesses envelopes pré-pagos a publicidade recebida e coloque-a no
Correio, endereçada de volta o a essas companhias.
Caso queira preservar a sua privacidade, antes de inserir a publicidade no envelope remova todo e qualquer item que possa identificá-lo.
Este é um método que funciona excelentemente para ofertas de cartões, empréstimos, e outro material não solicitado.
Portanto, não atire fora esses envelopes pré-pagos!
Ao devolvê-los com a propaganda  recebida, está a fazer com que as referidas empresas paguem duas vezes pela publicidade enviada.
Se quiser acrescentar um requinte de malvadez, aproveite para inserir anúncios da pizzaria do seu bairro, da lavandaria, da florista, do canalizador, do oculista, da costureira, do talho, do dentista, do instalador de marquises de alumínio, da ou de qualquer outra actividade comercial local do mesmo género, que esteja mais à mão.
Há já várias pessoas a usar estes métodos de devolver o lixo publicitário.
Está na altura de mandarmos o nosso recado às Empresas.
É preciso, no entanto, que se atinja um número expressivo de pessoas a aplicar estas técnicas eficazes de protesto.
Talvez não seja má ideia reenviarem este e- mail aos vossos amigos.

VÁ... SEJAM MAUZINHOS

 

Adorei este mail que me enviaram. Tanto que a partir de hoje passarei a fazer assim.

publicado por Alvaro Faustino às 23:04
sinto-me: mauzinho

10
Out 08

Pois claro. Este fim de semana que começa, temos uma partida daqui de casa. A nossa inquilina e prima, parte para Portugal. Conseguiu um trabalho em Lisboa, a trabalhar numa cozinha de um grande hotel da capital. Sendo assim, como é um emprego que gosta, a ganhar melhor e perto da familia, decidiu regressar ao seu país. Ficamos assim com um espaço vazio, mas que brevemente irá ser ocupado pela minha cunhada e pelas minhas sobrinhas. O meu cunhado já cá está, a adiantar alguma papelada e começando a juntar alguma coisa, para que quando as mulheres da casa chegarem terem tudo pronto. Amanhã mesmo vamos tratar da conta no banco. Sim, ao sábado. Aqui os bancos e correios estão abertos aos sábados de manhã.

 

A trabalhar já está. Começou a faze-lo na fábrica do chocolate por turnos, a seguir iria começar numa estufa mas o condutor nunca apareceu para o apanhar. O costume dos polacos. Não conhecem as ruas, não apanham o pessoal. E depois dizem que passaram pela casa das pessoas e que estas não foram trabalhar porque não estavam prontas. Sendo isto consegui que fosse trabalhar para a minha beira, em demolição de estufas. Um trabalho certinho, onde há sempre a possibilidade de se fazerem horas extras.

 

Agora vou, porque ainda temos de preparar a festa surpressa de despedida da nossa prima.

publicado por Alvaro Faustino às 18:43
sinto-me: atarefado com a festa
tags:

Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

13
14
15
17
18

20
22
24
25

27
28
29
30
31


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
comentários recentes
eu preciso trabalho se houver eu arrisco,,melhor q...
Boa tardeGostaria de tentar a minha sorte por lá t...
tem trabalho para mim moro no luxembourg mas gosta...
Ola alguém me pode ajudar a ter trabalho para ai p...
Que bom para si Ana. Pena não ter reparado na data...
Eu estou na holanda .Não trabalho porque não quero...
procuro trabalho na Holanda em estufas de flores p...
Gostaria de trabalhar em estufas na Holanda poi em...
quala é a empresa?
Boas, sou estudante e procuro trabalho no verão na...
blogs SAPO