Porque sem ele, não teríamos saído da Idade da Pedra. Com amor, respeito e opinião tudo se resolve, tudo evolui...

26
Set 09

O aquecimento global é uma verdade ou uma invenção dos média e dos politícos, patrocinada por uma dúzia de cientistas?

Das informações a que tenho acesso e procurado, tudo me leva a crer que o problema do aquecimento global é uma realidade, mas mesmo assim ainda há pessoas que o vêm como um embuste.

 

Seja como for, existe uma realidade à qual não podemos fugir: estamos muito dependentes do petróleo, o que faz com que a economia não seja uma linha média de crescimento, mas sim aquilo que conhecemos pelas notícias, com todos os seus altos e baixos, picos e quedas.

 

A verdade é que nos meus tempos de míudo, notava muito mais a evolução anual das estações do ano. "Abril, águas mil", "Maio, come-se a cereja ao borralho". "O Maio parte com o raio", vários dizeres do povo que na altura pareciam verdadeiros. Mas tal como eu, a maior parte de nós nota que isto mudou. Temos chuvadas, algumas com queda de granizo, em pleno Verão, ou dias de calor doentio em pleno Dezembro.

 

A realidade é que os gelos do Árctico estão a diminuir. Este ano, pela primeira vez que há memória, todo o gelo na costa norte da Rússia desapareceu, criando um corredor marítimo até à Ásia, podendo ser usado por qualquer embarcação e não só apenas pelos quebra-gelos.

 

Mas como dizem os cépticos neste assunto: "a variação climática é cíclica." Sim, ninguém diz o contrário. Apenas afirma-se que as actividades humanas estão a fazer com que esse ciclo esteja acelerado. E não podemos esquecer os dados registados nos últimos anos. Tempestades mais fortes, maior número de tornados, maiores períodos de calor ou frio extermos, subida do nível do mar, alterações de correntes e salinidade, etc.

 

Todos temos que reflectir neste assunto, e não poderemos fazer o que quisermos. A maneira como decidirmos actuar afectará toda a gente. Eu por mim, mesmo que o aquecimento global seja um embuste, prefiro não arriscar. Este assunto tem um desfecho muito sério para se arriscar toda a Humanidade numa extinção lenta e dolorosa.

publicado por Alvaro Faustino às 17:30

15
Set 09

Ou melhor. Foi mais um dois em um, pois compareci á consulta onde o resultado foi bom. Não óptimo, mas bom. Conseguimos mudar alguns hábitos nestes últimos três meses, mas continuamos com uma atitude de mudança. O que agradou ao especialista, pois mostramos força de vontade para gerar e criar um filho(a) em condições saudáveis. O segundo passo veio meio de surpresa, mas também é óptimo para a nossa total integração na sociedade. A escola e a aprendizagem de uma segunda língua (no meu caso quinta) está encaminhada. A marcação para a entrevista está marcada para apurar se temos lugar e em que base começamos.

 

Ou seja. Tudo a andar para a frente.

 

O que também me deixa assustado, porque geralmente quando as coisas andam assim, trazem água no bico. A ver vamos. Eu cá estou para enfrentar os problemas.

 

P.S. Resumindo, hoje "preguei-lhe o tiro".

publicado por Alvaro Faustino às 17:28
tags: ,

13
Set 09

Sinto o tempo a mudar. Vejo as cores verdes e floridas a serem substituidas  por outras. Tons de vermelho e castanho. Olho para o céu e vejo bandos de aves em viagem para terras mais quentes. Levam com elas as suas crias jovens nascidas aqui. Nota-se nos animais a preparação para a época que está a chegar. Os tempos mudam neste ciclo anual e repetitivo. E nós também mudamos com ele, embora inconscientemente. Oficialmente, ainda estamos no Verão, mas dentro de alguns dias entraremos noutra estação: o Outono está a chegar e com ele os dias mais curtos e frios. Húmidos e ventosos. Onde as folhas com cores mudadas são arrancadas a quem lhes deu a vida. Árvores despidas serão vistas todos os dias. Cada vez mais e mais. Para que no próximo ano sejam de novo vestidas com vida renovada. O pôr do sol será mais belo, com nuvens no horizonte e onde os poucos e mais fracos raios que nos chegam acentuarão a beleza que a renovação da vida também tem.

 

O Outono não é triste, feio e frio. Basta olhar e perceber que é o contrário: alegre, pela nova vida que foi gerada. Belo, pela panóplia de cores que nos brinda. E quente, porque essas cores nos aquecem a alma. E estando junto a quem amamos, enroscados numa manta e com um copinho de chocolate quente a ver um pôr do sol! Ainda melhor e inesquecivel.

 

 

foto retirada da internet

 

publicado por Alvaro Faustino às 14:56
sinto-me: enroscado
música: Luís Represas - Andorinha de Asa Negra
tags: , ,

12
Set 09

Sei que venho um dia tarde. Ontem recordou-se o 11 de Setembro. Andei pela internet a ler e ver o que havia sobre este assunto. Todos lamentam a morte de inocentes.

 

E ninguém esquece as imagens.

 

Como comentei num outro blog, todos nós nos lembramos do que estávamos a fazer nesse dia. Eu recordo-me e impressiona-me as imagens das Torres a cair. O fumo, a poeira, os detritos por entre os prédios, pelas ruas, engolindo todo e todos.

 

Segui o assunto com curiosidade. Mesmo hoje o sigo, embora agora mais calmamente. Cheguei á conclusão de que a única verdade foram as mortes causadas naquele dia. O resto, a verdade, provavelmente, nunca a saberemos.

 

Acredito que aquilo que foi dito oficialmente não corresponde á verdade. Algo por detrás se esconde. Algo sinistro. Algo que se for revelado, nos fará ver o mundo com outros olhos. E também com outro medo.

 

Para além dos vídeos, aconselho também: http://www.pentagonstrike.co.uk/pentagon_bp.htm#Main">http://www.pentagonstrike.co.uk/pentagon_bp.htm#Main

 

E mais não digo.

 

 

 

 

 

publicado por Alvaro Faustino às 20:03

07
Set 09

Foi um OVNI? Alguma máquina do Juízo Final? Qualquer tipo de arma de controlo de pensamento?

 

www.googlediscovery.com

 

Não. Apenas fui apanhado por um dos carros do Google Street View. Brevemente também eu estarei no Google Earth, a olhar para as câmaras em cima do carro e a pensar: "que raio de coisa é aquela?"  Patch, foto, foto, foto, foto, foto, foto, foto, foto, foto.

 

publicado por Alvaro Faustino às 21:02
sinto-me: apanhado

05
Set 09

Andava eu aqui a passear por este mundo virtual, á procura de notícias da cidade e encontrei um site de projectos futuros e em construção. Com uma vista de olhos aos vários projectos, encontrei um que me despertou a atenção pelo nome do arquitecto.

 

Álvaro Siza Vieira. O nosso português aparece como arquitecto num edifício chamado New Orleans. Um edifício já em construção e que terá 158 metros de altura, um dos mais altos de Rotterdam por sinal.

 

foto www.woneninrotterdam.nl

 

Situado numa zona de grande afluência de turistas devido á localização, no meio de um local com hotel, terminal de passageiros de barcos de cruzeiro e um dos maiores teatros da Holanda, entre outras coisas, será sem dúvida um prédio falado por turistas de todo lado e para nós um motivo de orgulho.

 

Para além de habitação, terá também cinema e teatro. E comodidades do séc. XXI, piscina, sauna, sala de fitness e healthclub. Perto tem uma das principais avenidas de acesso ao centro, paragem de eléctrico e de metro.

 

Quanto isso, vou continuar a vê-lo crescer até aparecer na janela da sala e pensar se algum dia poderei lá viver, já que tudo isto custa dinheiro e embora os ordenados holandeses sejam generosos, também as despesas o são. Podiam dar um descontinho por ser português, já que o arquitecto também o é.

 

publicado por Alvaro Faustino às 22:35
sinto-me: com orgulho

03
Set 09

Mas que não deveria ser.

 

 

 

 

Pelas notícias vindas hoje a público (pode ver aqui a original em holandês) sobre o caso do passado dia 22 de Agosto, onde um jovem de 19 morreu com um tiro numa Beach Party aqui na Holanda. Os culpados por este triste evento, foram aqueles que estariam ali para que nós nos sentíssemos mais seguros.

 

Segundo o que a investigação apurou, a bala mortal deste jovem foi disparada pela polícia.

 

Para além de um morto, há também a registar 6 feridos nos confrontos.

E tudo começou devido a um grupo, a que se costumam de chamar hooligans, quererem  fazer valer as suas diferenças futebolísticas no meio de uma festa que deveria ser de música.

 

Armada a confusão e os confrontos, a polícia presente no local, não teve meias medidas para acalmar os ânimos e toca a disparar a "torto e direito".

 

A acção da polícia não tem desculpa, mas o que eu ressalvo é a atitude de selvagens que se julgam superiores a outros, apenas por pertencerem a estes gangs de maldade, a que só se pode mesmo chamar de hooligans. E com gente dessa, só mesmo á força.

 

Só se lamenta, para além dos feridos, a morte de uma pessoa na flor da juventude e que nada tinha haver com este grupo de hooligans. Apenas queria gozar o seu fim de semana na companhia de amigos e foi apanhado pelas balas.

 

Como digo, isto em nada desculpa a atitude, também violenta, da polícia. Mas umas das coisas que vejo na vida é que muito raramente os verdadeiros culpados não são prejudicados. Sejam em confrontos ou até em acidentes. São os inocentes que geralmente pagam as favas.

Julgo eu, pelo que vejo. E julgo também as entidades que nos protegem, saberem disso.

 

Pensem antes de agir, mesmo tendo o direito para isso.

 

Fiquem com o vídeo, para que percebam como tudo começou:

 

 

 

publicado por Alvaro Faustino às 21:36
sinto-me: apreensivo

01
Set 09

Ora aqui está o negócio do ano, mesmo de crise.

 

Imagem da net

 

Aqui está o negócio para o poderoso Walt Disney. Será que vai dar resultado? Não sei.

Será que irá mudar alguma coisa? Sim, de certeza que sim.

 

Á boa moda americana, iremos ver a Branca de Neve a colocar um processo judicial contra o Homem Aranha, por assédio sexual.

 

Iremos ver o Incrivel Hulk a ter um caso amoroso com a Margarida.

 

Teremos o Batman a trabalhar em conjunto com o Mickey, a descobrir os crimes dos novos Irmãos Metralha, que neste momento estão no desemprego, porque os Fantastic 4 trataram de assaltar a caixa forte do Tio Patinhas.

 

E os X-Men estão internados num hospital psiquiátrico, por terem amigos como o Pateta.

 

O Pato Donald anda numa de beneficiário ao lado do Capitão América.

Os Sete Anões estão desesperados por trabalharem como escravos, em condições sub-humanas, agora para o Doutor Octopus.

 

E temos o Magneto metido num caso com a Minie, mas não digam nada a ninguém.

 

publicado por Alvaro Faustino às 21:29
sinto-me: que ainda virá mais

Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

14
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25

27
28
29
30


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
comentários recentes
eu preciso trabalho se houver eu arrisco,,melhor q...
Boa tardeGostaria de tentar a minha sorte por lá t...
tem trabalho para mim moro no luxembourg mas gosta...
Ola alguém me pode ajudar a ter trabalho para ai p...
Que bom para si Ana. Pena não ter reparado na data...
Eu estou na holanda .Não trabalho porque não quero...
procuro trabalho na Holanda em estufas de flores p...
Gostaria de trabalhar em estufas na Holanda poi em...
quala é a empresa?
Boas, sou estudante e procuro trabalho no verão na...
blogs SAPO