Porque sem ele, não teríamos saído da Idade da Pedra. Com amor, respeito e opinião tudo se resolve, tudo evolui...

31
Jul 10
 
Bem e é com estas imagens que se faz má publicidade a Portugal. E porquê? Porque apenas importam economias e finanças de milhões e não a natureza, mesmo que esta faça perder algum dinheiro e ás vezes vidas. Os políticos estão bem protegidos dentro dos seus gabinetes com ar-condicionado.
 
E porque não uma solução? Ou melhor, uma ideia porque não passo de um simples emigrante, mas que gosta de seguir a vida no seu país. E gosta de participar na construção de um país melhor para todos, porque um dia voltarei e gostava de o fazer para um país melhor. Por isso aqui vai...
 
Segundo o Instituto Nacional de Estatistica (INE), em Dezembro de 2008, existiam cerca de 12000 reclusos nas nossas prisões (poderíamos contar com mais alguns até agora, mas que fique por aqui). Evidentemente que não poderíamos contar com todos, pois existem alguns cujos crimes que cometeram e penas aplicadas não permitem executar uma ideia destas. Mas os restantes sim, vá lá cerca de metade (6000) parece bem. Juntemos então mais alguns milhares de beneficiários do chamado Rendimento de Inserção Social (RSI) em equipas separas e teremos uns bons milhares.
 
Temos a mão de obra, passemos então ao trabalho que consiste em fazer equipas distritais para os reclusos e/ou concelhias para os restantes para a limpeza de matas em Portugal. Os reclusos devidamente acompanhados por forças de segurança e devidamente restritos ao local de limpeza, com a ajuda do exército se necessário, pois é para isso que servem: proteger o território nacional. E os incêndios são um ataque grave ao bem estar da nação. Quanto aos restantes penso não ser preciso muita coisa, bastará uma pessoa responsável para verificar a presença das pessoas no local. Caso contrário, aplicar cortes de subsidio, por exemplo. 
A presença de pessoas e mais ainda de forças de segurança e militares são um elemento também de dissuasão e fiscalização das matas, piromania e de aterros ilegais.
 
O trabalho está feito e quanto á economia? Pois bem também visa essa vertente. Com esta mão de obra deixa-se de pagar a empresas para efectuar a limpeza de matas do Estado e dando aos proprietários particulares uma opção, não tendo desculpa para não a fazer, limpar as suas matas.
Outra coisa que os proprietarios ficam a ganhar é uns trocos com o mato e isto está na segunda parte da minha ideia.
 
O que fazer com o produto criado?
Vender, claro. Mas como? A quem?
 
Antigamente as nossas florestas eram mais limpas. Os proprietários cortavam e limpavam as matas porque tinham saída desse material para estrumes nos campos de cultivo. Agora não se usa esse tipo de estrume e adubos, tudo é quimico, por isso deixou de haver razão para as limpar. Mas continua a haver solução para isto.
 
Nesta era moderna, quase todas as nações investem nas energias renováveis e Portugal não é excepção, sendo aliás um dos que mais investe nesta tecnologia. Mas porque não mais um pouco?
 
Porque não investir em Centrais de Biomassa? Distritalmente, ou em pontos centrais do país, construir deste tipo de centrais de produção de energia, podendo assim haver escoamento deste material. Os proprietários vendiam recebendo uma parte e outra parte o Estado, já que "fornece" a mão de obra, a central produzia energia, vendendo-a e com os restos sólidos produzir adubos naturais vendendo-o á agricultura. Cria-se assim um circulo de ganhos e vendas entre Estado, proprietários agricolas e população em geral, ficando a floresta limpa, segura e vigiada, os proprietários com um bom incentivo com a possibilidade de lucrar mais rapidamente com a floresta e o Estado ganhando com o trabalho de um investimento que muitas vezes está parado (prisões e RSI) e com o não gasto de recursos e dinheiros em combate a incêndios.
Com um bónus: A produção e venda de energia e adubos naturais.

 

Uma ideia de um simples português, abarcando vários elementos: prevenção, ambiente, economia, fiscalização, integração e reabilitação de reclusos, justiça, sensibilização popular entre outras.

publicado por Alvaro Faustino às 21:16

26
Jul 10

Sem vontade para nada. Isto de estar em casa é muito chato, aborrecido. Podem até dizer para sair, passear, dar uma volta, mas não tenho vontade. Sair torna-se na mesma coisa que ficar em casa, ou seja, sozinho. O que me consola é o facto de faltar pouco para as férias. Próxima semana estou por Portugal e aí sim, tenho em que pensar, divertir-me, passear.

publicado por Alvaro Faustino às 22:01
sinto-me: aborrecido

12
Jul 10

Ontem, assim de repente até parecia que estava em Madrid, Barcelona ou outra grande cidade espanhola, tal era a festa que por aqui se fez. Carros a buzinar, foguetes a estourar e a iluminar a noite e pessoas a cantar "viva la españa".

Muitos espanhóis existe nesta cidade e nunca me tinha apercebido, ou então seriam pessoas a puxar pela selecção espanhola. O que é certo é que mesmo aqui, em pleno território "inimigo" festejou-se em espanhol.

 

Hoje, a festa acabou para dar lugar a uma tristeza cinzenta, até porque a meteorologia ajuda. Olhares tristes, cabisbaixos, céu enublado e alguma chuva entristecem hoje a Holanda que mesmo assim preparam a ida ao aeroporto para receberem os jogadores e equipa técnica.

 

Isso e uma grande excursão á Alemanha. Destino: aquário do Paul. Objectivo: sushi de polvo.

publicado por Alvaro Faustino às 12:20

10
Jul 10

 

O sistema de aviso holandês para fenómenos atmosféricos funciona, e de que maneira.

Está lançado o aviso para frentes de tempestade fortes para esta noite, até ás duas da manhã.

Chuvas fortes e períodos de trovoada intensas e até nisso eles dão previsão. Cerca de 100 raios/minuto.

publicado por Alvaro Faustino às 20:07

09
Jul 10

É sempre assim por estes lados. Basta haver uma onda de calor tropical, coisa que não estão habituados, e é vê-los cair como tordos. Basta estar atento á quantidade de ambulâncias que se ouvem por estes dias. 

Por mim... MARAVILHA.

publicado por Alvaro Faustino às 22:50

08
Jul 10

As nossas férias aproximam-se finalmente. Já se conta as semanas pelos dedos de uma mamão. E como de costume, sempre que vou a Portugal gosto de comprar alguns livros para me entreter a ler por estes lados. Mas não tenho andado muito em cima das novidades, por isso peço-vos uma coisa: que novidades aconselham para este ano em termos de leitura. E por favor não me digam Saramago, já li e não gosto da escrita. Sei lá, não há nenhum novo lançamento de José Rodrigues dos Santos? Ou de algum destes novos escritores? Contemporâneos também serão bem-vindos, desde que não muito chatos.

Vá lá, ajudem-me nisto.

publicado por Alvaro Faustino às 12:47

02
Jul 10

Epá que estes gajos ás vezes são mesquinhos até mais não.

Como sabem, estou sem trabalho e como qualquer pessoa que trabalhou legalmente, tenho direito ao fundo de desemprego. Mas há um senão, ou falas a língua ou estás tramado, porque quando é para puxar direitos que tenhamos, aí já ninguém fala inglês. Apenas holandês.

 

Ok ando na escola a aprender, mas ainda me é difícil perceber o que eles dizem, ainda para mais pelo telemóvel. Mas vá lá, parece que me desenrasquei.

Agora tenho que tirar as cópias dos documentos que pediram. Mais um monte de folhas...

 

publicado por Alvaro Faustino às 13:43

Nem em casa posso estar com o calor. Sinto-me a derreter. Vou-me atirar ao canal não tarda nada.

 

Bolas, nem isso é possível tal é a quantidade de barcos parados devido á avaria da ponte. É que está tanto calor que a ponte simplesmente encravou nas juntas de dilatação. Agora andam para lá com mangueiras, a regar aquilo tudo com água, para ver se ela não dilata mais e para ver se as juntas se soltam para que possa abrir.

publicado por Alvaro Faustino às 13:30
sinto-me: a derreter
tags:

01
Jul 10

Quem consegue dormir com este calor. Olha eu não. A última noite não dormi nada e para esta noite deve ser mais do mesmo. Ora vira para um lado, ora vira para o outro. É que esta noite vai ser quente e abafada e para amanhã 35 graus. Finalmente uns dias quentes.

publicado por Alvaro Faustino às 22:23
tags: ,

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
comentários recentes
eu preciso trabalho se houver eu arrisco,,melhor q...
Boa tardeGostaria de tentar a minha sorte por lá t...
tem trabalho para mim moro no luxembourg mas gosta...
Ola alguém me pode ajudar a ter trabalho para ai p...
Que bom para si Ana. Pena não ter reparado na data...
Eu estou na holanda .Não trabalho porque não quero...
procuro trabalho na Holanda em estufas de flores p...
Gostaria de trabalhar em estufas na Holanda poi em...
quala é a empresa?
Boas, sou estudante e procuro trabalho no verão na...
blogs SAPO