Porque sem ele, não teríamos saído da Idade da Pedra. Com amor, respeito e opinião tudo se resolve, tudo evolui...

18
Out 06

É a música que o nosso ministro anda a ouvir, digo eu. Tudo a subir. Ele é o imposto sobre os combustíveis , a factura da electricidade, imposto sobre os imóveis, SCUT's que vão deixar de o ser, principalmente na minha zona. Venha o diabo e escolha. Iremos passar mais um ano a apertar o cinto, mas tomem atenção, pois os cintos já não terão muito espaço para fazer buracos.

E nem de propósito, vem hoje uma notícia publicada no JN, referente a um inquérito feito em Espanha em que a pergunta era a seguinte: Gostariam de ver Portugal anexado a Espanha?

Resultados: mais de 40% das respostas, muito perto mesmo dos 50%, são a favor dessa anexação. Em Portugal apenas pouco mais de 20% estão de acordo. Da maneira que isto anda, posso dizer que faço parte desses vinte por cento.

Sempre foi a favor de uma Constituição Europeia, um óptimo alicerce para garantir a criação de uma grande nação neste velho continente. Afinal de contas, tudo o que se faz neste país tem de ser comunicado a Bruxelas e vice-versa. Neste momento, tirando alguns países que agora entraram para o grupo, somos os últimos em tudo mesmo. Tirando algumas excepções, que se tem de tirar o chapéu, mas que são financiadas pela Europa , nada mais se faz de bom em Portugal. Mesmo alguns novos países que só agora entraram, têm um PIB maior que o nosso.

Viva as EXPO's e estádios do europeu, viva as OTA's e TGV's para que os ricos possam passar rapidamente por todos os focos de pobreza e assim não se deram conta da miséria do país ou simplesmente não ligarem.

Como se poderá competir com países em que o ordenado é sei lá quantas vezes superior ao nosso, mas os seus preços são imbatíveis . Como explicar que com a liberalização dos preços dos combustíveis , estes aumentem em vez de diminuir, levando a que tudo o resto aumente para suportar os gastos com o transporte. E agora mais a electricidade a sofrer um aumento na ordem dos 16% e ainda por cima dizendo que a culpa é nossa. É a politica do quero, posso e mando e o resto que se lixe.

Agora reflectindo um pouco, talvez o senhor tenha razão em tais palavras, ao dizer que a culpa é nossa. Realmente temos a culpa pelo aumento da electricidade, pois precisamos dela no nosso dia a dia. Os combustíveis ? Igual, precisamos deles para nos deslocarmos para o trabalho. A diminuição das quantidades de oxigénio na atmosfera? A culpa é nossa, pois necessitamos dele para respirarmos. Cada vez mais, torna-se mais fácil tomar "A Decisão".

E não digo mais nada, vou desligar o pc , senão ainda dizem que a culpa é só minha...

publicado por Alvaro Faustino às 22:24
sinto-me: leve

e assim mesmo este pais esta um merda desculpando os termos visto k vim para a holanda k e um pais mto mais pequeno mas nem se quer se ouve falar em crise e como isso e possivel. Pensem e depois digam me de quem e a culpa , esses gajos do poleiro k olhem primeiro para a barriga deles e dixem a nossa em paz pois ela ja e pequena , falo isto porque ja tenho saudades do meu pais mas assim nunca mais volto. um abraco do teu primo , continua sempre assim
hugorider a 19 de Outubro de 2006 às 00:54

Estamos em crise? Mas nós não estamos em crise há mais de oitocentos anos?? Haja fé
Andesman a 19 de Outubro de 2006 às 14:14

Andas desanimado? Vais tomar a decisão? O nosso amigo Andesman é que tem razão, nóa já andamos em crise há centenas de anos. Alguma vez vimos os portugueses dizer positivamente que estamos bem? Nunca estivemos á frente dos outros nos aspectos importantes. Sempre ouço dizer" Portugal está na cauda". Á frente só nos maus aspectos. Concluindo isto não é novo é antes o pessimismo português "a galinha da vizinha é melhor que a nossa". Quase tão importante como mudar a economia é necessário mudar a mentalidade e fazer crescer dentro de nós um sentimento positivo.
Queria animar-te mas também ando a sofrer desse falta de optimismo. Dias melhores virão tenho a certeza. Boa semana amigo
ciloca a 22 de Outubro de 2006 às 19:59

Não ando desanimado. Ando sim é pensativo em relação a tudo isto. Quanto à crise, é verdade que já dura à 800 anos, mas para mim terá de se dizer chega. É muito tempo a andar em crises sucessivas, onde quando não as há, ninguém aproveita para melhorar o país, apenas encher os bolsos dos "boys".
Alvaro Faustino a 23 de Outubro de 2006 às 00:20

Outubro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
17
19
20
21

22
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
comentários recentes
eu preciso trabalho se houver eu arrisco,,melhor q...
Boa tardeGostaria de tentar a minha sorte por lá t...
tem trabalho para mim moro no luxembourg mas gosta...
Ola alguém me pode ajudar a ter trabalho para ai p...
Que bom para si Ana. Pena não ter reparado na data...
Eu estou na holanda .Não trabalho porque não quero...
procuro trabalho na Holanda em estufas de flores p...
Gostaria de trabalhar em estufas na Holanda poi em...
quala é a empresa?
Boas, sou estudante e procuro trabalho no verão na...
blogs SAPO