Porque sem ele, não teríamos saído da Idade da Pedra. Com amor, respeito e opinião tudo se resolve, tudo evolui...

11
Mai 08

 

Olá minha gente boa. Não, não é que ligue mais aos meus amigos e conhecidos online, mas na casa que estou não tenho sinal de internet. Só o consigo quando venho a casa de uma pessoa amiga que aqui tenho, mas devido ao trabalho e a outras situações que já vos conto, nem sempre tenho oportunidade de cá vir.

 

Antes de mais, duas fotos já com algum tempo, mas que gostaria de partilhar com vós.

 

 

Esta é a primeira, de um nevão que aqui caiu em Fevereiro, bastante forte. E eu que o diga que me tive de meter na auto-estrada coberta de neve. Esta imagem foi tirada ao fim do dia, mas durante toda a noite nevou, por isso imaginem a confusão que não foi nesse dia. Deveríamos começar a trabalhar ás sete horas, só lá chegamos quase ás oito e meia.

 

 

Esta já é desta semana, estava eu de regresso do trabalho, quando de repente em plena auto-estrada, surge-me esta visão. Já sei que na Holanda isto acontece, mas nunca deixa de ser espectacular.

 

Agora daquilo que me tem acontecido. Começa quando quisemos fazer o registo na Câmara de Roterdão. Não era possível devido à casa não existir no sistema. Confrontei o meu senhorio que me disse que teria de esperar dois anos pelo registo. Mais tarde recebo uma carta da Eneco, que é o equivalente à EDP, com os acertos do semestre.

 

Quase 2000 euros para pagar. Estranhei e desloquei-me ao apoio ao cliente que me disseram que a casa também não existia no sistema e descobri que aquele acerto não pertencia aos contadores que lá tinha. Graças a Deus e a alguma insistência, consegui resolver o problema. Logo nesse mesmo dia fui à Câmara resolver este assunto de uma vez por todas. Descobri que a casa era ilegal e que o mais certo era nós fazermos uma queixa contra o senhorio e deixar de pagar a renda. Mas ao fazer a queixa teríamos de ser "despejados" daquela casa, por isso tratei de arranjar uma nova casa.

E assim na próxima quarta-feira assino o contrato da nova casa e começo a tratar da queixa contra o senhorio. Isto de ser estranho numa terra tem destas coisas, o importante é não desistir e mostrar que não é por ser português que somos burros e aceitamos tudo sem reclamar.

 

Por causa destes problemas e também do trabalho, não tenho tido muito tempo para falar com vós. Peço desculpa por isso, porque não quero perder o gosto de vos escrever neste blog e perder as amizades que aqui construi.

 

Em relação ao presente, amanhã é feriado na Holanda e aproveitamos hoje o dia para visitar algumas pessoas, fazer uma churrascada e irmos até a um parque com praia para um pouco de bronze e brincadeiras.

 

Beijos e abraços para todos. Da próxima vez colocarei aqui as fotos de hoje. Prometo.

 

Tot ziens.

 

 

 

publicado por Alvaro Faustino às 19:25
sinto-me: fresco

Gostei de saber que te andas a safar bem. Mas de facto ambos nos ausentamos destas lides blogueiras. Eu , porque assumi um cargo de maior responsabilidade e que me ocupa 12 horas por dia. Tu idem idem aspas aspas.
ciloca a 14 de Maio de 2008 às 20:51

É verdade cara amiga. É a vidinha.

Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
comentários recentes
eu preciso trabalho se houver eu arrisco,,melhor q...
Boa tardeGostaria de tentar a minha sorte por lá t...
tem trabalho para mim moro no luxembourg mas gosta...
Ola alguém me pode ajudar a ter trabalho para ai p...
Que bom para si Ana. Pena não ter reparado na data...
Eu estou na holanda .Não trabalho porque não quero...
procuro trabalho na Holanda em estufas de flores p...
Gostaria de trabalhar em estufas na Holanda poi em...
quala é a empresa?
Boas, sou estudante e procuro trabalho no verão na...
blogs SAPO