Porque sem ele, não teríamos saído da Idade da Pedra. Com amor, respeito e opinião tudo se resolve, tudo evolui...

11
Jul 09

Por causa disto tem-se escrito alguns comentários mais fortes neste artigo. Não tenho cor partidária, ou melhor tenho uma: A branca é a minha cor partidária. Não tenho nenhum partido a não ser o voto em branco. Com os sindicatos, é a mesma coisa. Nunca estive associado a um sindicato e muito menos fui sindicalista. Sou totalmente contra a sua forma de agir. E porquê? Porque tudo se resume a manifestações e greves que nada de bom traz para quem participa.

 

Não sou contra os funcionários, públicos ou não, até porque a minha mãe é uma funcionária pública e tal como ela há muitos que trabalham e fazem o seu melhor para a sociedade que a eles recorrem. Também não sou a favor do patronato, que apenas usa a Lei para fazerem aquilo que fazem. É certo que algumas vezes de forma ilegal, mas também de forma legal.

A maioria do patronato paga aquilo que a Lei prevê, ou seja a miséria que se sabe.

 

Não venham para aqui dizer que sou rosinha, laranja, preto, ou o raio. Não me estejam a dizer que sou lambe botas de chulos e afins. Estes senhores que gostam de atirar bitaites políticos, fazem-no anonimamente. Mas sempre é assim quando se trata de atacar uma pessoa gratuitamente quando esta escreve ou diz algo que vai de encontro a "doentes" políticos e/ou sindicalistas.

 

Depois admiram-se de haver ministros a fazer corninhos numa assembleia.

 

Nota: não são os partidos ou sindicatos que desenvolvem uma nação. É o seu povo. Porque muitos, enquanto são mero povo, são assim mesmo. Mas quando alguns deles passam a patronato de qualquer coisa, fazem exactamente o mesmo ou pior do que aquele que criticavam. Porquê? Baseiam-se na desculpa que é assim que funciona e toda a gente faz assim.

 

O erro e o mau actuar impune de uma pessoa, não pode servir de exemplo para as restantes fazerem o mesmo.

publicado por Alvaro Faustino às 13:06

O pior que o governo fez foi colocar os portugueses uns contra os outros. Contra os funcionários públicos, contra os médicos, contras os professores, contra os juízes. A estratégia de dividir para reinar até pode dar resultado para a manutenção no poder agora que resulte para melhorar o país é que duvido muito.
kruzeskanhoto a 11 de Julho de 2009 às 17:38

Para mim o principal culpado destas divisões não é o governo, até porque isto acontece com qualquer cor partidária que esteja no Governo. Para mim são os sindicatos os principais responsáveis destas divisões que acontecem em Portugal. Devido á sua fome de vinganças partidárias e eleitorais, não olham a meios para deixarem mal os sucessivos Governos, deixando aqueles que deveriam proteger muito mal vistos perante uma sociedade que tudo faz para sobreviver. Não deixo de dar os parabéns a estes sindicatos, já que revelam ser uns autênticos pastores de rebanhos. Obrigado pela visita e pelo comentário.

Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
28
29
30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
comentários recentes
eu preciso trabalho se houver eu arrisco,,melhor q...
Boa tardeGostaria de tentar a minha sorte por lá t...
tem trabalho para mim moro no luxembourg mas gosta...
Ola alguém me pode ajudar a ter trabalho para ai p...
Que bom para si Ana. Pena não ter reparado na data...
Eu estou na holanda .Não trabalho porque não quero...
procuro trabalho na Holanda em estufas de flores p...
Gostaria de trabalhar em estufas na Holanda poi em...
quala é a empresa?
Boas, sou estudante e procuro trabalho no verão na...
blogs SAPO