Porque sem ele, não teríamos saído da Idade da Pedra. Com amor, respeito e opinião tudo se resolve, tudo evolui...

07
Mar 06

Sigilo profissional, terão direito os jornalistas proteger as suas fontes que revelam segredos de justiça e/ou de estado?


Quem viu ontem o debate deste tema, até em relação ao que se passou á pouco tempo na redacção do 24 Horas, ficará na mesma dúvida. Terão ou não os jornalistas direito de publicar artigos, muitas vezes com provas, que estão em segredo de justiça? A questão de proteger as fontes não poderá ser levada em conta, porque a própia fonte é a criminosa ao ter esta atitude. Mas também terá de se condenar o jornalista que a publicou. Eu vejo da seguinte maneira, se algum de nós visse um crime a decorrer á nossa frente, não chamaría-mos nós as autoridades? Caso contrário estamos a compactuar com o crime. Com os jornalistas é a mesma coisa, ele está a compactuar com o crime de revelação de segredos de justiça.


Isto acontece porque existem dois códigos deontológicos para a mesma situação. A da própia justiça e a dos jornalistas. Segredo de justiça quer dizer isso mesmo, SEGREDO. Tudo é público, a seu tempo.


Se houve um erro ao colocar os números de telefone dos chefes de estado no processo Casa Pia, os própios intervenientes teriam de dar conhecimento a quem de direito sobre essa situação, até porque assim, os números continuavam em segredo, a da justiça e a do estado e não andariam na praça pública.


O jornalismo terá de aprender a conter-se e a justiça terá de aprender a receber a ajuda do jornalismo. O jornalismo de investigação é uma mais valia para os investigadores, garanto eu que a justiça andaria melhor e os casos ficariam resolvidos mais rapidamente, mas para isso terá de haver COOPERAÇÃO, não atrapalhação.


 


Outra coisa, se vão aumentar as taxas moderadoras nas urgências dos hospitais para que não haja acesso abusivo ás mesmas, eu também exijo que me disponibilizem um médico de família. Porque se estiver doente, uma gripe forte como aconteceu-me á dias, não vou ficar á porta do Centro de Saúde desde as 7 da matina á espera de uma vaga para o médico de recurso e muitas vezes, ficar de mãos a abanar e com a gripe a chatear, por não haver mais vagas. Terei de ir a Espanha tratar de uma gripe, por haver lá médicos e preços justos nas urgências. Junto á fronteira no interior do país  é vê-los em debanda para o lado de lá, para tudo e mais alguma coisa. Infelizmente, ao que parece, até para ter um filho

publicado por Alvaro Faustino às 12:24

Estamos perante o 4º poder ou será o 5º? no seu Pior.Os Jornalistas têem cada vez mais poder e abusam do mesmo.Concordo em absloluto quando dizes que deve haver cooperação e não atropelo.Bjsciloca
(http://cidaliasantos.blogs.sapo.pt)
(mailto:cmos60@gmail.com)
Anónimo a 7 de Março de 2006 às 21:20

concordo contigo em especial quando dizes que é necessária uma cooperação e multiplicação de meios entre jornalistas e policia como aconteceu no inicio do caso da casa pia onde a jornalista da sic disponibilizou o seu trabalho e pesquisa ás autoridades, o sensacionalismo apesar de parecer nao ter limites deve ser restringido aos limites da lei e nao pactuar com actividades criminosas... ora entao um grande bem hajaInsolente
(http://oprazerdainsolencia.blogs.sapo.pt)
(mailto:aaa@aaa.aaa)
Anónimo a 7 de Março de 2006 às 16:11

Março 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
13
17

19
21
23
24
25

26
27
29
30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
comentários recentes
eu preciso trabalho se houver eu arrisco,,melhor q...
Boa tardeGostaria de tentar a minha sorte por lá t...
tem trabalho para mim moro no luxembourg mas gosta...
Ola alguém me pode ajudar a ter trabalho para ai p...
Que bom para si Ana. Pena não ter reparado na data...
Eu estou na holanda .Não trabalho porque não quero...
procuro trabalho na Holanda em estufas de flores p...
Gostaria de trabalhar em estufas na Holanda poi em...
quala é a empresa?
Boas, sou estudante e procuro trabalho no verão na...
blogs SAPO