Porque sem ele, não teríamos saído da Idade da Pedra. Com amor, respeito e opinião tudo se resolve, tudo evolui...

01
Nov 09

Comemorou-se a noite passada a Noite das Bruxas. Não sendo uma tradição portuguesa, não faço muita importância ao assunto. Mas ontem, vindo eu do Lidl pela Mathenesserdijk fora, vislumbro ao longe um grupo de jovens em alta algazarra, devidamente acompanhados pelas professoras e duas agentes da polícia. Tantos os miúdos como as professoras devidamente mascarados dos mais variados tipos de monstros e bruxas, a tocar pelas campainhas das casas, procurando os doces e divertir os moradores.

 

Mas á medida que me aproximei do grupo e com as agentes da autoridade bem identificadas, estas ao virarem-se para mim, consegui ver aquilo que nunca pensei ver. Elas próprias estavam pintadas com aquelas cicatrizes de intervenções cirúrgicas pela cara. Achei engraçado a participação da autoridade neste dia. Fazem o seu serviço de acompanhamento e segurança do grupo e participam assim nesta festa que é das crianças.

publicado por Alvaro Faustino às 13:14

07
Out 09

Com esta é que não contava. Então não é que a famosa, conhecida e usada NOZ MOSCADA poderá, em quantidades mínimas determinadas, causar alucinações, dores de cabeça, induzir ao vómito, etc. Querem ver que agora, e uma vez que a cannabis não é legal em Portugal, vão começar a fumar noz moscada? Ou mesmo dar-lhe um snife valente?

 

Quais coffes shops qual carapuça. A moda agora é chegar ao supermercado, comprar uma dose de noz moscada, pagar (não esquecer esta parte) e depois sentar-se num daqueles bancos que existem nos corredores, espetar com a saca no chão e calcá-la o mais possível e por fim enfiar a cabeça lá dentro e inspirar bem fundo. Depois é só gozar a trip e alucinar com os baixos preços que se praticam no país.

 

 

 

 

 

Brincadeiras á parte, o assunto até poderá ser mortal caso sejam usadas doses elevadas de noz moscada. Já houveram pessoas hospitalizadas por causa disso e que felizmente sobreviveram, outras nem por isso.

 

O que também me faz lembrar de outra coisa...

Cuidado maridos infiéis, porque vossas mulheres dispõem agora de uma nova arma, e não se esqueçam que são elas que cozinham. Geralmente.

publicado por Alvaro Faustino às 19:00
sinto-me: com uma trip

01
Mar 09

O que não se faz em tempo de crise para alegrar um pouco este povo.

 

 

publicado por Alvaro Faustino às 16:30
música: O Justiceiro

12
Jan 09

O capitão D`Artagnan, um dos lendários mosqueteiros franceses, está enterrado na Holanda. Pelo menos isso é o que afirma a historiadora francesa Odile Bordaz, que acredita que o túmulo do D`Artagnan encontra-se numa igreja em Wolder, um bairro periférico da cidade de Maastricht.

 

O quarto mosqueteiro D`Artagnan morreu em Junho de 1673 durante um cerco a Maastricht imposto pelo rei francês Luís XIV. Seu verdadeiro nome era Charles de Batz-Castelmore, conde de Artagnan.

D`Artagnan ascendeu ao comando dos Mosqueteiros, uma unidade de elite francesa. Suas memórias foram utilizadas por Gatien de Courtiz de Sandras para escrever um livro que, por sua vez, foi a base da famosa novela "Os Três Mosqueteiros", escrita por Alexandre Dumas.

 

 

 

Maastricht
O facto de D`Artagnan ter morrido em Maastricht depois que uma bala de mosquete atingiu sua garganta já era conhecido. Junto a isso, naquela época, os soldados e oficiais costumavam ser enterrados directamente na igreja mais próxima. Também era quase impensável que o corpo tenha sido trasladado à França no quente verão de 1673.

Todos esses factores juntos são, segundo a historiadora francesa, as principais razões que a levaram a afirmar que D`Artagnan foi enterrado na já desaparecida igreja de Wolder, perto do quartel general do rei Luís XIV.

 

Igreja substituída
"A história de Bordaz é questionável" opina Win Dijkman, arqueólogo do Centro de Cerâmica de Maastricht. "A igreja está representada em diversas gravuras, mas já passaram muitos séculos. Ela foi substituída por uma igreja gótica que foi erguida no mesmo lugar no século XIX. É muito provável que, durante as obras, os túmulos tenham sido esvaziados", argumenta.

Dijkman e a historiadora francesa Bordaz se conhecem. Os dois organizaram juntos uma exposição sobre D`Artagnan no Centro de Cerâmica. "Todo mundo conhece o personagem do livro de Alexandre Dumas, mas poucos sabem que o mosqueteiro também foi uma figura histórica. É muito provável que D`Artagnan seja o personagem histórico mais famoso vinculado a Maastricht", afirma Dijkman.

 

Escavações
A especialista francesa em D`Artagnan diz ter 90% de certeza de que o mosqueteiro está enterrado em Wolder, mas Dijkman acha difícil comprovar esta teoria. "A possibilidade de que encontremos o túmulo, mesmo escavando, é mínima. Do ponto de vista arqueológico, também não existe necessidade disso. Nós escavamos porque devemos, não porque queremos. Por exemplo, porque restos arqueológicos correm risco devido a alguma construção. Fora isso, não acredito que o padre da igreja se entusiasmaria com a ideia", diz Dijkman.
 
Por enquanto, segue sendo uma teoria, a afirmação de que D`Artagnan esteja enterrado em Maastricht.
 
in http://www.parceria.nl/Holanda/
 
Com esta é que eu não contava. E esta heim.
publicado por Alvaro Faustino às 19:51

09
Nov 08

Estes dias, quando cheguei a casa vindo do trabalho, deparei-me com esta relíquia estacionada á minha porta. Não é que seja uma grande máquina, mas é uma raridade encontrar uma peça destas a circular nas ruas, seja em que país for.

 

 

Se calhar é a sua raridade que a faz uma grande máquina. Eu não me estava a ver a conduzir uma coisa destas.

 

Outra coisa que vimos também estes dias, mais concretamente no Sábado passado, foi esta ponte a abrir. Já estou habituado a ver estas coisas, mas continua a ser uma coisa que me impressiona pela sua engenharia. Esta é a maior da Europa e uma das maiores do Mundo. O que a fez abrir foi apenas um pequeno barco antigo, mas com um grande mastro.

 

 

 

 

publicado por Alvaro Faustino às 18:02

10
Abr 07
Depois de tanto trabalhar, finalmente uns dias de descanso, muito embora interrompidos, neste fim de semana prolongado. A Páscoa. Uma das épocas em que devemos pensar muito sobre a vida que levamos e definir qual a nossa Paixão, assim como Cristo nestes dias, à uns 2000 anos atrás. Embora aqui a Páscoa seja festejada de um modo diferente, aqui em casa tentamos fazê-la o mais parecida possível à nossa, mas sem o compasso. Amêndoas, ovos cozidos pintados, alegraram o nosso fim de semana Pascoal. Claro que o trabalho não perdoou a 100%, pois tivemos uns serviços extras a fazer, mas na Segunda sempre deu para ir a uma feira de usados que se costuma fazer na Nieuw Binnenweg. Fomos lá, eu particularmente à procura de umas bicicletas para mim e para a minha esposa e lá encontramos duas que nos satisfizeram. Não chegou a 100€ as duas. Valeu a pena, assim já podemos passear por Roterdão de uma outra perpectiva. Claro que precisa de umas afinações, mas isso até as novas precisam, agora com tempo e calma farei as tais afinações e tenho de as ter feito até Domingo, pois nesse dia 15 de Abril, esperamos dar umas voltinhas e aproveitar para deixar o carro em casa. É que nesse Domingo haverá muitas ruas fechadas, devido à Maratona de Roterdão que se irá realizar. E nada melhor que uma bicicleta para evitar o trânsito caótico que estará nesse dia e como aqui as bicicletas tem um estatuto especial em relação aos carros, temos pistas e passeios próprios por toda a Holanda, já damos um uso ao dinheiro investido. Até um túnel só para bicicletas e peões existe ao pé da nossa casa, por isso andar de bicicleta, aqui não é problema. Agora tenho de me preparar, pois tenho quase 100km para percorrer. É que hoje, devido a uma falta de comunicação fiquei em casa, mas tratei logo de arranjar umas horinhas para fazer e sendo assim tenho de me deslocar a Rockanje, em Westvoorne no sul da Holanda para trazer umas pessoas do trabalho para Roterdão. Ao menos já dá para compensar o dia.

Assim sendo vou-me por a caminho, pois ele é longo. Fiquem bem e até à próxima, que espero que seja breve.
publicado por Alvaro Faustino às 09:35
sinto-me: energias carregadas

Junho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
comentários recentes
eu preciso trabalho se houver eu arrisco,,melhor q...
Boa tardeGostaria de tentar a minha sorte por lá t...
tem trabalho para mim moro no luxembourg mas gosta...
Ola alguém me pode ajudar a ter trabalho para ai p...
Que bom para si Ana. Pena não ter reparado na data...
Eu estou na holanda .Não trabalho porque não quero...
procuro trabalho na Holanda em estufas de flores p...
Gostaria de trabalhar em estufas na Holanda poi em...
quala é a empresa?
Boas, sou estudante e procuro trabalho no verão na...
blogs SAPO