Porque sem ele, não teríamos saído da Idade da Pedra. Com amor, respeito e opinião tudo se resolve, tudo evolui...

02
Jun 09

Sim, hoje (ontem 1 Junho) foi feriado aqui por estas terras. Pinksteren, ou traduzido, dia de Pentecostes. Aproveitei assim este fim de semana prolongado para visitar um local que ouvi falar. Madurodam, ou como eu lhe chamo Holanda dos Pequeninos.

 

 

Madurodam é uma cidade holandesa em miniatura, numa escala de 1:25. Tudo é mais pequeno 25 vezes, não quer dizer que seja menos pormenorizado ou real. Todos os dias uma equipa de 35 pessoas zelam por este espaço. Existem miniaturas que demoraram 4 anos a serem construídas, devido à sua complexidade. Os parques em miniatura são reais. Todas as plantas são podadas assiduídamente durante todo o ano, para que não ultrapassem os 60 cm de altura.

 

Para além disto, Madurodam também é um monumento em memória dos mortos da II Guerra Mundial. Abriu ao público em 1952 em memória do herói de guerra George Maduro que faleceu no campo de concentração de Dachau como prisioneiro de guerra em 9 de Fevereiro de 1945. Os seus pais financiaram este parque com o objectivo de doar os lucros a uma instituíção de caridade.

 

Dados:

 

- Superfície da cidade: 18 000 m2

- Habitantes em miniatura: 66 000

- Carros e camiões: 4 542

- Km por ano por carro: 14 000

- Km por ano por comboio: 16 000

- Comboios: 13

- Eléctricos: 2

- Carris de comboios e eléctricos: 4 250m

- Aviões: 32

- Altura da torre de controlo do aeroporto: 4m

- Número de malas no sistema de bagagem: 500

- Árvores em miniatura: 5 236

- Bolbos de flor: 30 000

- Luzes em miniatura na cidade: 50 000

- Travessas das vias-férreas: 80 000

- Navios e barcos: 58

- Miniaturas: mais de 185 edificios e construções

 

Aqui vos deixo algumas.

 

Euromast - Roterdão

Esta torre de recreação com 185 metros de altura, projectada pelo arquitecto H.A. Maaskant. Um rápido elevador leva-o à plataforma cimeira, a uma altura de 100 metros. Para uma visão mais excitante sobre o porto, pode-se viajar na Cabina Espacial. Esta gira lentamente á volta do mastro e alcança uma altura de 185 metros.

 

Plataforma de produção - Groningen

Esta plataforma de produção, operada pela empresa N.A.M., pode produzir petróleo e gás simultaneamente. O petróleo é transferido através de uma das três pernas de betão ás unidades de armazenamento no solo oceânico. O gás natural é levado directamente para o continente através do gasoduto. Na secção apoiada sobre as pernas de aço encontram-se as acomodações do pessoal e uma plataforma para helicópteros.

 

Nationale Nederlanden - Roterdão

O edificio Delftse Poort da empresa de seguros Nationale Nederlanden, datado de 1991, foi projectado pelo arquitecto Abe Bonnema. As suas duas torres de escritórios chamam a atenção, tendo na realidade, 93 e 150 metros de altura. Tanto o edificio original como a sua miniatura foram construídos, exteriormente, totalmente em vidro.

 

Unilever - Roterdão

Este edificio é a sede da Unilever. Data de 1992 e foi projectado pelo arquitecto J. Hoogstad. À entrada encontra-se uma escultura em bronze do artista Wessel Couzijn.

 

Aeroporto Internacional Schiphol - Amesterdão

Um nó de transporte dinâmico onde mundos se encontram. Uma verdadeira cidade dentro de um aeroporto com facilidades durante 24 horas, onde pessoas e empresas, logística e lojas, informação e actividades recreativas se encontram. No aeroporto poderá ver aviões em movimento, restaurantes, pessoas que estão à espera nas salas de chegada e partida, o pequeno museu Rijksmuseum, o Schiphol Plaza e até mesmo um transportador de pessoas ultramoderno. A tangente do sul tem a sua própria paragem junto da torre de controlo. O novo aeroporto, concluído em 2003, é o maior projecto de maquete desde 1952. Uma plataforma aprofundada dá-lhe a possibilidade de ver a confusão e o que acontece num terminal à altura dos olhos. Na plataforma também poderá ver uma técnica de indução nunca exibida, onde dois aviões de 3 metros se movimentam pela pista, por meio de um campo magnético, baterias recarregáveis e computadores miniatura. E atenção: aqui encontra-se o único Concorde ainda em funcionamento.

 

Estação ferroviária Blaak - Roterdão

Esta estação semi-subterrânea é notável pelo enorme disco que serve como telhado. Ela foi projectada pela Holland Rail Consult.

 

Estação Central de Utreque

Nos próximos anos vão ser drasticamente renovadas seis grandes estações de comboios na Holanda. A Madurodam já vai olhando para o futuro com esta nova Estação Central de Utreque, baseado no desenho da firma de arquitectos Benthem Crouwel Architects. A linha ferroviária de Madurodam é conduzida por meio de um programa de computador. Os comboios circulam durante todo o dia a uma velocidade de 5 km/h.

 

 

Sala de Concertos - Amesterdão

A Sala de Concertos em Amesterdão é a sala mais visitada do mundo e é extremamente conhecida internacionalmente. O edifício datado de 1888 foi desenhado pelo arquitecto Adolf Leonard van Gendt de Amesterdão, no estilo de Classicismo Vienense.

 

Ponte Erasmus - Roterdão

Entre as muitas pontes notáveis em Madurodam, a ponte Erasmus possui uma extraordinária estrutura. A partir da ponte, a vista do porto à esquerda mostra vários barcos tipicos de canais, como também um luxuoso ferry-boat. No porto também se encontra o navio-tanque Fiwado da Total de Zwijndrecht, que abastece os navios de gasóleo e lubrificantes. Para além de abastecer os navios, o navio-tanque também é uma loja com mais de 5000 artigos para os capitães dos restantes navios.

 

Maeslantkering - Hoek van Holland/Roterdão

A comporta contra inundação na via fluvial Nieuwe Waterweg foi a última secção do Plano Delta a ser completada em 1997. O Plano Delta protege os pólders holandeses contra marés de tempestade. Esta comporta abre-se e fecha-se quatro vezes por hora. Assim como na vida real, as suas portas simplesmente não se tocam.

 

O jardim Het Valkhof - Nijmegen

Os modelos em escala do jardim Valkhof e seus arredores foram construídos por ocasião da celebração dos 2000 anos da cidade de Nijmegen. A capela de São Nicolás com uma base de 16 ângulos foi construída em 1030. Da capela de São Maarten de 1152 foi possível manter a abside. A torre Belvédère, de 1450, situada no parque Hunnerpark foi construída como torre de protecção onde neste momento se encontra um restaurante. O pilar de deuses moderno foi inspirado no pilar de deuses romano do séc: XVII d.C. que foi descoberto durante escavações em 1980 dando à cidade de Nijmegen o reconhecimento de ser a cidade mais antiga da Holanda.

 

Torre da Catedral - Utreque

A construção da torre "Dom" de 112 metros de altura, a mais alta torre de igreja na Holanda, levou 61 anos. O imponente edifício gótico foi concluído em 1382. Os relógios e o carrilhão, como também a própria torre, foram copiados em detalhe em Madurudam.

 

Parlamento Holandês Het Binnenhof - Haia

O Binnenhof tem sido o centro do governo da Holanda durante muitos séculos. Uma vez por ano, na terceira terça-feira de Setembro, o Parlamento é oficialmente aberto no Prinsjesdag (dia do Príncipe). No Ridderzaal (Salão dos Cavaleiros), a Rainha pronuncia o discurso acerca das politicas do governo estabelecidas para o ano seguinte. O Coche de Ouro é seguido por uma procissão de carruagens. A Guarda de Honra, formada pela Marinha Naval e pela banda musical da Marinha Real, está alinhada na entrada do Salão dos Cavaleiros, o qual foi construido por Floris V como um pavilhão de caça no séc. XIII. Na pequena torre da esquerda situada nas traseiras, encontra-se o escritório do Primeiro-Ministro da Holanda.

 

Basílica de São João - s' Hertogenbosch

A construção da basílica de St. Jan foi iniciada em 1380. A igreja alcançou a sua proporção actual apenas 200 anos depois. A planta desta igreja gótica é igual à da Catedral de Amiëns, excepto que a basílica de São João tem cinco naves laterais, em vez de três.

 

E teria muitas mais fotos para aqui colocar, mas sendo assim, talvez demoraria mais de uma semana a escrever este post, que deveria ter ficado pronto ontem, que foi o feriado, e não hoje a esta hora. Vou colocando outras no slide show Fotos Holanda.

Um dia quem tiver oportunidade de visitar este local, não a percam. Serão as 2/3 horas mais bem passadas em familia.

 

publicado por Alvaro Faustino às 20:28
sinto-me: cansadito

03
Mai 09

A 30 de Abril comemora-se este dia, que não é exactamente o dia da Rainha em exercício, mas sim da sua mãe, já falecida, que nasceu a 30 de Abril de 1909. O dia que seria correcto para esta Rainha, a Beatrix, seria a 31 de Janeiro. Mas em maneiras de homenagem a sua mãe, deixou ficar o dia actual.

 

Embora este ano, o dia tivesse ficado marcado devido aos acontecimentos em Apeldoorn, onde um homem tentou acertar com o seu carro no autocarro onde a Família Real se deslocava, fazendo 6 mortes e 12 feridos entre os espectadores, incluindo o próprio condutor do veículo, a festa foi continuando até as notícias se espalharem por todo o país. E como tal, ainda fui gravando algumas coisas que foram acontecendo durante a tarde.

 

 

 

Desde a viagem de Tram até ao centro da cidade, onde se encontra a festa em si, passando pelos muitos grupos a tocar música de todo o mundo, a vender coisas antigas, outras novas com o mercado a ser feito em plena Coolsingel, a avenida do centro, onde se pode beber álcool nas ruas, fumar marijuana ou haxixe na via pública. Um dia de liberdades e algumas loucuras. É um dia como não há outro neste pequeno país europeu e onde nesta cidade de Roterdão se encontram todas as culturas do mundo na rua a festejar também um dia que, mesmo sendo típico holandês, não deixa de ser nosso igualmente.

publicado por Alvaro Faustino às 11:02
sinto-me: oranje
música: kate ryan - elle elle la

04
Dez 08

Toda a gente ficou em casa e relembrou o dia 1 de Dezembro. Não precisarei de dizer o porquê desse feriado. Pelas minhas voltinhas por a internet, pude verificar que a maioria das pessoas sabem o que aconteceu nesse dia de 1640. Mas será que alguém questiona se o feriado é justo ou é mais um feriado para aproveitar. Não, eu acho que este feriado deverá continuar a existir. Mas igualmente deveria existir outro, para mim muito mais importante para Portugal. Se os políticos vierem agora dizer que "não pode ser. Seria muitos feriados no país e bláblá blá". Pois eu digo que não se preocupem, apenas temos de colocar o 15 de Agosto um dia antes. Quem nunca ouviu falar da Padeira de Aljubarrota:

 

"Brites de Almeida não foi uma mulher vulgar. Era feia, grande, com os cabelos crespos e muito, muito forte. Não se enquadrava nos típicos padrões femininos e tinha um comportamento masculino, o que se reflectiu nas profissões que teve ao longo da vida. Nasceu em Faro, de família pobre e humilde e em criança preferia mais vagabundear e andar à pancada que ajudar os pais na taberna de donde estes tiravam o sustento diário. Aos vinte anos ficou órfã, vendeu os poucos bens que herdou e meteu-se ao caminho, andando de lugar em lugar e convivendo com todo o tipo de gente. Aprendeu a manejar a espada e o pau com tal mestria que depressa alcançou fama de valente. Apesar da sua temível reputação houve um soldado que, encantado com as suas proezas, a procurou e lhe propôs casamento. Ela, que não estava interessada em perder a sua independência, impôs-lhe a condição de lutarem antes do casamento. Como resultado, o soldado ficou ferido de morte e Brites fugiu de barco para Castela com medo da justiça. Mas o destino quis que o barco fosse capturado por piratas mouros e Brites foi vendida como escrava. Com a ajuda de dois outros escravos portugueses conseguiu fugir para Portugal numa embarcação que, apanhada por uma tempestade, veio dar à praia da Ericeira. Procurada ainda pela justiça, Brites cortou os cabelos, disfarçou-se de homem e tornou-se almocreve. Um dia, cansada daquela vida, aceitou o trabalho de padeira em Aljubarrota e casou-se com um honesto lavrador..., provavelmente tão forte quanto ela.

O dia 14 de Agosto de 1385 amanheceu com os primeiros clamores da batalha de Aljubarrota e Brites não conseguiu resistir ao apelo da sua natureza. Pegou na primeira arma que achou e juntou-se ao exército português que naquele dia derrotou o invasor castelhano. Chegando a casa cansada mas satisfeita, despertou-a um estranho ruído: dentro do forno estavam sete castelhanos escondidos. Brites pegou na sua pá de padeira e matou-os logo ali. Tomada de zelo nacionalista, liderou um grupo de mulheres que perseguiram os fugitivos castelhanos que ainda se escondiam pelas redondezas. Conta a história que Brites acabou os seus dias em paz junto do seu lavrador mas a memória dos seus feitos heróicos ficou para sempre como símbolo da independência de Portugal. A pá foi religiosamente guardada como estandarte de Aljubarrota por muitos séculos, fazendo parte da procissão do 14 de Agosto."                                                                                                   

 

                                                                                                     in www.lendasdeportugal.no.sapo.pt

 

E nós que não comemoramos o nascimento do nosso país. Mas comemoramos as revoluções. Não comemoramos uma alegria como o nascimento de um país, mas comemoramos os dias das revoluções, que geralmente aconteceram por causa de coisas tristes e sangrentas ou violentas. Comemoramos os dias santos, que ninguém sabe bem para que servem, mas não o fazemos com a coisa que nos facultou a nossa Nacionalidade. E não venham dizer que o 10 de Junho serve para isso. Para além de ser o dia em que Camões nasceu ou morreu, agora não me lembra, não vejo que mais tenha acontecido nesse dia em outros anos, que faça com que tenhamos de o comemorar. Não tiro mérito ao homem, mas se é para comemorar apenas por causa disso, isso já acontece com o que fazemos com os dias Santos. E já agora que gostamos de comemorar lutas, alguém sabe o que aconteceu no dia 9 de Abril de 1918?

 

publicado por Alvaro Faustino às 18:31
sinto-me:

11
Mai 08

 

Olá minha gente boa. Não, não é que ligue mais aos meus amigos e conhecidos online, mas na casa que estou não tenho sinal de internet. Só o consigo quando venho a casa de uma pessoa amiga que aqui tenho, mas devido ao trabalho e a outras situações que já vos conto, nem sempre tenho oportunidade de cá vir.

 

Antes de mais, duas fotos já com algum tempo, mas que gostaria de partilhar com vós.

 

 

Esta é a primeira, de um nevão que aqui caiu em Fevereiro, bastante forte. E eu que o diga que me tive de meter na auto-estrada coberta de neve. Esta imagem foi tirada ao fim do dia, mas durante toda a noite nevou, por isso imaginem a confusão que não foi nesse dia. Deveríamos começar a trabalhar ás sete horas, só lá chegamos quase ás oito e meia.

 

 

Esta já é desta semana, estava eu de regresso do trabalho, quando de repente em plena auto-estrada, surge-me esta visão. Já sei que na Holanda isto acontece, mas nunca deixa de ser espectacular.

 

Agora daquilo que me tem acontecido. Começa quando quisemos fazer o registo na Câmara de Roterdão. Não era possível devido à casa não existir no sistema. Confrontei o meu senhorio que me disse que teria de esperar dois anos pelo registo. Mais tarde recebo uma carta da Eneco, que é o equivalente à EDP, com os acertos do semestre.

 

Quase 2000 euros para pagar. Estranhei e desloquei-me ao apoio ao cliente que me disseram que a casa também não existia no sistema e descobri que aquele acerto não pertencia aos contadores que lá tinha. Graças a Deus e a alguma insistência, consegui resolver o problema. Logo nesse mesmo dia fui à Câmara resolver este assunto de uma vez por todas. Descobri que a casa era ilegal e que o mais certo era nós fazermos uma queixa contra o senhorio e deixar de pagar a renda. Mas ao fazer a queixa teríamos de ser "despejados" daquela casa, por isso tratei de arranjar uma nova casa.

E assim na próxima quarta-feira assino o contrato da nova casa e começo a tratar da queixa contra o senhorio. Isto de ser estranho numa terra tem destas coisas, o importante é não desistir e mostrar que não é por ser português que somos burros e aceitamos tudo sem reclamar.

 

Por causa destes problemas e também do trabalho, não tenho tido muito tempo para falar com vós. Peço desculpa por isso, porque não quero perder o gosto de vos escrever neste blog e perder as amizades que aqui construi.

 

Em relação ao presente, amanhã é feriado na Holanda e aproveitamos hoje o dia para visitar algumas pessoas, fazer uma churrascada e irmos até a um parque com praia para um pouco de bronze e brincadeiras.

 

Beijos e abraços para todos. Da próxima vez colocarei aqui as fotos de hoje. Prometo.

 

Tot ziens.

 

 

 

publicado por Alvaro Faustino às 19:25
sinto-me: fresco

08
Out 07

Ainda hoje consegui dar uma saltada aqui. A minha esposa quer ver as sobrinhas e eu tambem, e o messenger e a maneira mais facil e barata para o fazer. E enquanto ela fala, eu escrevo por estas linhas. Gracas a internet, podemos ter estas facilidades de comunicacao.

 

Espero que tenham aproveitado o feriado de sexta feira passada, pois eu aproveitei. Num golpe de coicidencia, e alguma sorte, tive direito a meio dia de feriado. Nao, claro que nao temos esse feriado por aqui, mas como acabamos o servico mais cedo, saimos por volta das 12. Um servico diferente, pois pela primeira vez trabalhamos sem ser para destruir e desmontar a estufa, mas sim para a preparar para uma inovacao. Como o dono da estufa ampliou as instalacoes, precisa de colocar a antiga mais alta, uma vez que as novas sao mais altas, e para isso e preciso desmontar certas partes da estufa, soltar as colunas dos alicerces e colocar uns macacos pneumaticos em cada um deles para que se possa altear a estufa. Devagar, muito devagar. Hoje tambem tive direito a feriado. E que o patrao tem uma equipa a trabalhar na Austria, por azar nao foi incluido nessa equipa, pois era preciso para conduzir o carro aqui, mas ele precisou de se deslocar la para levar uma plataforma. Por um lado foi bom, por outro amanha as 5:30 tenho de estar a sair de casa. Compensar o dia de hoje.

 

Estando aqui a escrever e a olhar para as minhas sobrinhas ao mesmo tempo reparo que cada vez estao maiores. E traquinas, a fazer macaquices aos ombros do pai. So visto.

Assim so nos da mais vontade de irmos a Portugal, mas o dia 19 ainda esta distante, mas desta nao custa tanto.

 

Pois bem, a gente ve se por ai. Deixa me ir para o quente de casa brrrrrrrrrrrr.

publicado por Alvaro Faustino às 21:54
sinto-me: a ficar com frio

03
Mai 07
A vida é cheia desta palavra grande e estranha, mas foi isto o que realmente aconteceu no último feriado. Sendo o Dia da Rainha é costume neste país, as pessoas montarem bancas pelas ruas e venderem tudo o que se possa imaginar e a uns preços que nem os saldos conseguem competir. Vi comprarem, por exemplo, seis jogos de pc originais por 2,50 €. Porreiro não? Mas adiante. Tinhamos acabado de chegar a Straatweg, no norte da cidade e vinhamos a falar do que tinha acontecido o ano passado neste mesmo dia. Mas antes de continuar a história. tenho que dizer que quando cheguei a este país, comprei o telemóvel do hugorider devido ao GPS que ele tinha instalado e de que iria precisar. Tinha que fazer este aparte para que a história faça sentido.

Ora bem, iamos a comentar os acontecimentos do ano passado, quando o Hugorider disse:
- Faz hoje um ano que por esta altura recebi um telefonema a dizer que tinha de ir buscar pessoal.

Ao que eu respondi:
- Fogo, nem no único feriado nacional do país eles descansam. Sempre trabalho...

E agora a parte do aparte que fiz:
- É verdade. E olha, foi com esse telemóvel.

E não é que o sacana começou a tocar.
Destino: Zevenhuizen. A vinte minutos de viagem. Sem trânsito.
Lá se foi o feriado e a volta de bicicleta que queria dar no Dia da Rainha, o que só posso dizer. Muito obrigado Sua Alteza, pelo belo feriado que me deu.
publicado por Alvaro Faustino às 19:29

Junho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
comentários recentes
eu preciso trabalho se houver eu arrisco,,melhor q...
Boa tardeGostaria de tentar a minha sorte por lá t...
tem trabalho para mim moro no luxembourg mas gosta...
Ola alguém me pode ajudar a ter trabalho para ai p...
Que bom para si Ana. Pena não ter reparado na data...
Eu estou na holanda .Não trabalho porque não quero...
procuro trabalho na Holanda em estufas de flores p...
Gostaria de trabalhar em estufas na Holanda poi em...
quala é a empresa?
Boas, sou estudante e procuro trabalho no verão na...
blogs SAPO