Porque sem ele, não teríamos saído da Idade da Pedra. Com amor, respeito e opinião tudo se resolve, tudo evolui...

01
Fev 11

Não, ainda não foi a minha filha que nasceu. Para lá caminha, mas mais lá para a frente.

 

Este blog foi criado sem um objectivo concreto. Nasceu para eu falar, desabafar, relembrar de muitas coisas. Um pouco de tudo, um pouco de nada. Escrevo e comento sobre os mais variados assuntos, uns pessoais, outros genéricos, ás vezes misturam-se pois o Mundo gira com isto e nós giramos com o Mundo.

 

Num dos muito assuntos abordados, o trabalho e a emigração na Holanda veio á baila. Na altura estava mau e por isso escrevi para alertar outros, que como eu, decidiram ou pensavam em vir para cá (não é que esteja melhor, já que o inicio deste ano está s ser muito fraquinho, mas adiante). Através desse artigo, entram em contacto comigo muitos portugueses á procura de trabalho, informações, dúvidas, enfim, um pouco de tudo, em relação a este país. E pelo que pode ver no Live Traffic Feed, cada vez mais e mais.

Uns querem vir pela primeira vez, outros novamente e outros já cá estão mas... com dúvidas.

 

Nasce hoje assim um outro blog:                                             Portugueses na Holanda.

www.portuguesesnaholanda.blogs.sapo.pt

 

Ainda em construção mas o seu objectivo será informar, tirar dúvidas e dar algumas noticias tanto para os muitos portugueses que cá vivem e trabalham, como para os que ponderam vir para cá.

Um ponto de encontro para que todos nos possamos ajudar num país estrangeiro, com as suas leis e regras, direitos e deveres.

publicado por Alvaro Faustino às 18:57

31
Jan 11

Noite de 31 de Janeiro para 1 Fevereiro 1953. Uma lembrança da Natureza para que os Homens não se esqueçam de onde vivem. O maior desastre natural do séc. XX atinge os Países Baixos com uma força destruidora, reclamando a vida de 1836 pessoas e milhares de animais domésticos. Reclamando também muitos hectares de terra, a água entrou, matou, reclamou e venceu neste dia.

 

 

Depois deste dia havia a fazer muita coisa. Cuidar dos feridos, ajudar os desalojados, enterrar os mortos, lavrar de novo a terra e...

Prevenir outro desastre no futuro.

 

Nasce o DeltaWerken.

 

 

O maior plano a nível mundial para proteger um país de inundações e reclamar mais terra ao mar. Está previsto para os próximos 50 anos a realização de obras de melhoramento dos diques, aumentando-os em média 10 metros, já para prevenir a possibilidade de um aumento do nível do mar. Para o curto prazo (2013) está já em andamento o crescimento do país em cerca de 2000 hectares no Porto de Roterdão.

 

 

É uma luta constante entre Holanda e Mar do Norte. Umas vezes avançam, outras recuam, mas uma coisa que os holandeses nunca perderam foi o respeito pelo Mar.

publicado por Alvaro Faustino às 18:58

03
Out 10

Ventos sim, mas não amenos. Muitos já falam em ventos ciclónicos na Holanda. Mais um país que se junta aos que já tem partidos de extrema-direita no Governo. Mas aqui ganharam muita força. Não que ganhassem a maioria necessária para governar sem coligações, mas mesmo assim com força suficiente para ditar as leis.

 

A orientação do partido PVV (Partido para a Liberdade do Povo, numa tradução mais directa) para já é contra os milhões de muçulmanos que aqui vivem e trabalham. Turcos e marroquinos em maioria e outros países muçulmanos em menor número, serão os primeiros a levar com as leis que proíbem as burcas em locais públicos, entre outras. Ganha também voto no Parlamento Europeu, onde pode votar contra a entrada da Turquia na UE. Autor de um filme onde compara o Al-Corão ao Mein Kampf de Hitler e o acusa de ser um livro fascista, faz dele uma pessoa odiada pela comunidade muçulmana. Felizmente o filme foi proibido no país, mas mesmo assim o medo de tumultos, tal como aconteceu aquando da publicação das caricaturas de Maomé na Dinamarca, está bem presente.

 

 

Geert de Wilders, dirigente e deputado do PVV

 

Eu e a minha mulher, para já ainda não nos sentimos prejudicados com esta pintura no Parlamento, mas não sei, algo me diz que vem aí tempos perigosos. Em principio não estaremos impedidos de aqui viver e trabalhar. O estatuto de Europeu da União, o facto de não sermos muçulmanos, o esforço pela integração com a aprendizagem da língua, a inscrição nas autoridades governamentais e o cumprimento dos deveres que daí advêm, dá-nos alguns direitos, mas mesmo assim...

 

A questão nem se trata da proibição das burcas aos muçulmanos, que a nós por motivos óbvios não nos incomoda, mas sim ao sentido de revolta e consequente insegurança que aí vem. Todos sabem o fanatismo que existe nesta religião em que alguns a levam ao extremo. Todos sabem dos problemas aqui vividos nos aeroportos nos últimos tempos, com ameaças de bomba nos aviões, aeroporto, suspeitas de terroristas, etc. Todos se lembram dos problemas vividos na França também por causa da proibição das burcas, inclusive os das últimas semanas com as ameaças de bomba na Torre Eiffel. E acima de tudo, notícia de hoje nas televisões, o aviso dos serviços secretos americanos e europeus sobre a eminência de um atentado terrorista em solo europeu.

 

Felizmente o nosso país é bom nestas coisas, mas não nos dá estabilidade financeira. E que revolta que tenho por causa disso. Em Portugal vivemos constantemente apertados e aqui passamos a viver sobressaltados. Venha o Diabo e escolha. Temos de aprender a viver noutra realidade, perigosa, porque mesmo assim vou escolhendo viver por aqui. 

Não se pode ter tudo.

publicado por Alvaro Faustino às 16:29
sinto-me: hummm

12
Jul 10

Ontem, assim de repente até parecia que estava em Madrid, Barcelona ou outra grande cidade espanhola, tal era a festa que por aqui se fez. Carros a buzinar, foguetes a estourar e a iluminar a noite e pessoas a cantar "viva la españa".

Muitos espanhóis existe nesta cidade e nunca me tinha apercebido, ou então seriam pessoas a puxar pela selecção espanhola. O que é certo é que mesmo aqui, em pleno território "inimigo" festejou-se em espanhol.

 

Hoje, a festa acabou para dar lugar a uma tristeza cinzenta, até porque a meteorologia ajuda. Olhares tristes, cabisbaixos, céu enublado e alguma chuva entristecem hoje a Holanda que mesmo assim preparam a ida ao aeroporto para receberem os jogadores e equipa técnica.

 

Isso e uma grande excursão á Alemanha. Destino: aquário do Paul. Objectivo: sushi de polvo.

publicado por Alvaro Faustino às 12:20

09
Jul 10

É sempre assim por estes lados. Basta haver uma onda de calor tropical, coisa que não estão habituados, e é vê-los cair como tordos. Basta estar atento á quantidade de ambulâncias que se ouvem por estes dias. 

Por mim... MARAVILHA.

publicado por Alvaro Faustino às 22:50

02
Jul 10

Epá que estes gajos ás vezes são mesquinhos até mais não.

Como sabem, estou sem trabalho e como qualquer pessoa que trabalhou legalmente, tenho direito ao fundo de desemprego. Mas há um senão, ou falas a língua ou estás tramado, porque quando é para puxar direitos que tenhamos, aí já ninguém fala inglês. Apenas holandês.

 

Ok ando na escola a aprender, mas ainda me é difícil perceber o que eles dizem, ainda para mais pelo telemóvel. Mas vá lá, parece que me desenrasquei.

Agora tenho que tirar as cópias dos documentos que pediram. Mais um monte de folhas...

 

publicado por Alvaro Faustino às 13:43

20
Mar 10

Não foi tão dramático como á 22 anos em Lisboa, mas estas imagens fizeram-me lembrar o sucedido nessa altura, afinal não era assim tão novinho. Teria 7 anos quando isso aconteceu.

Esta sexta-feira aconteceu aqui em Rotterdam algo que me fez recordar essas imagens. O centro da cidade esteve fechado, apenas veículos de emergência tinham acesso. Cinema, complexo de apartamentos e algumas lojas e restaurantes foram afectados pelas chamas ou pelo fumo. Tirando pessoas com problemas devido ao fumo, penso não se ter de lamentar nada de mais grave.

 

Em pleno coração do centro, estas imagens são muito dramáticas para Roterdão que relembra mais uma vez as agruras de uma guerra maldita. Em Maio eu explico melhor isto.

publicado por Alvaro Faustino às 09:27

06
Mar 10

Será desta que se acaba o trabalho nesta estufa? Estou farto da comida holandesa, muito embora as saladas sejam gostosas e apetitosas. Mas este tempo frio desde manhã até á noite...

 

Bem, mas o importante é que o restante da estufa que sobreviveu á queda da neve também já veio abaixo com uma ajudinha nossa. Por isso agora nesta próxima semana é para acabar o trabalho. Aleluia.

 

 

 

 

 

publicado por Alvaro Faustino às 21:43

21
Dez 09

 

E ela continua a cair e cair e cair. De manhã aproveitei uma pequena aberta no tempo para ir entregar a carrinha aos escritórios da empresa, uma aventura por uma auto-estrada ainda coberta com alguma neve. Branco a perder de vista é o que se encontra pelo caminho.

 

 

Estou por isso, oficialmente de férias. A escola também está parada para as férias de Natal. Nada me faz sair de casa, a não ser passear e ir brincar para a neve.

 

Agora vou ali para a janela ver a neve cair e ler a minha prenda de Natal: Fúria Divina de José Rodrigues dos Santos.

 

publicado por Alvaro Faustino às 18:03
sinto-me: ainda branquinho

20
Dez 09

Antes demais tenho a dizer que os meus pais chegaram em boa altura. Chegaram ontem, sábado, com muito frio e sol a brilhar e o branco da neve caída. Hoje domingo, também já chegou a nossa prima da Suíça para passar aqui o Natal e o Ano Novo. Mas hoje foi o caos nas auto-estradas, aeroportos e estações de comboio. Um dos maiores nevões de à anos caiu por estas bandas, fazendo com que o voo vindo da Suíça tivesse de ser desviado para outro aeroporto e a terem de fazer o resto do percurso até Rotterdam de autocarro, o que com a neve que se ia acumulando, revelou-se também penoso. Para uma cidade que fica a 80 km daqui, foram necessárias quase 3 horas para fazerem o caminho. Chegou, já está em casa e já há algumas fotos e vídeos do nevão.

 

Quanto aos meus pais, esses estão felizes da vida por estarem num outro país com o filho e nora, a verem pela janela a neve a cair e a acumular-se pelos cantos e recantos dos passeios, jardins e estradas. Quanto a passear, vamos ter de esperar pelo menos até amanhã, uma vez que até a circulação dos transportes públicos foi cancelada neste dia. Muita neve acumulada nas estradas  e nos carris dos tram (eléctricos). Para amanhã, embora esteja prevista mais neve, a ver vamos se dará para passear. Porque faze-lo numa cidade cheia de neve e com a foleca a cair, também tem a sua beleza.

 

Por isso, a todos Festas Felizes e Boas Entradas no novo ano que se aproxima. De preferência, pelo menos para mim... branco de neve.

 

 

 

publicado por Alvaro Faustino às 18:27
sinto-me: branco, branquinho

Junho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
comentários recentes
eu preciso trabalho se houver eu arrisco,,melhor q...
Boa tardeGostaria de tentar a minha sorte por lá t...
tem trabalho para mim moro no luxembourg mas gosta...
Ola alguém me pode ajudar a ter trabalho para ai p...
Que bom para si Ana. Pena não ter reparado na data...
Eu estou na holanda .Não trabalho porque não quero...
procuro trabalho na Holanda em estufas de flores p...
Gostaria de trabalhar em estufas na Holanda poi em...
quala é a empresa?
Boas, sou estudante e procuro trabalho no verão na...
blogs SAPO