Porque sem ele, não teríamos saído da Idade da Pedra. Com amor, respeito e opinião tudo se resolve, tudo evolui...

03
Set 09

Mas que não deveria ser.

 

 

 

 

Pelas notícias vindas hoje a público (pode ver aqui a original em holandês) sobre o caso do passado dia 22 de Agosto, onde um jovem de 19 morreu com um tiro numa Beach Party aqui na Holanda. Os culpados por este triste evento, foram aqueles que estariam ali para que nós nos sentíssemos mais seguros.

 

Segundo o que a investigação apurou, a bala mortal deste jovem foi disparada pela polícia.

 

Para além de um morto, há também a registar 6 feridos nos confrontos.

E tudo começou devido a um grupo, a que se costumam de chamar hooligans, quererem  fazer valer as suas diferenças futebolísticas no meio de uma festa que deveria ser de música.

 

Armada a confusão e os confrontos, a polícia presente no local, não teve meias medidas para acalmar os ânimos e toca a disparar a "torto e direito".

 

A acção da polícia não tem desculpa, mas o que eu ressalvo é a atitude de selvagens que se julgam superiores a outros, apenas por pertencerem a estes gangs de maldade, a que só se pode mesmo chamar de hooligans. E com gente dessa, só mesmo á força.

 

Só se lamenta, para além dos feridos, a morte de uma pessoa na flor da juventude e que nada tinha haver com este grupo de hooligans. Apenas queria gozar o seu fim de semana na companhia de amigos e foi apanhado pelas balas.

 

Como digo, isto em nada desculpa a atitude, também violenta, da polícia. Mas umas das coisas que vejo na vida é que muito raramente os verdadeiros culpados não são prejudicados. Sejam em confrontos ou até em acidentes. São os inocentes que geralmente pagam as favas.

Julgo eu, pelo que vejo. E julgo também as entidades que nos protegem, saberem disso.

 

Pensem antes de agir, mesmo tendo o direito para isso.

 

Fiquem com o vídeo, para que percebam como tudo começou:

 

 

 

publicado por Alvaro Faustino às 21:36
sinto-me: apreensivo

22
Fev 09

Não ganhamos para o susto esta última noite de sábado para domingo. Seriam 1:30 da noite quando nos apercebemos de umas sirenes na nossa rua, nada de especial, até porque tenho o sono muito pesado. Mas depois começamos a ouvir um som vindo de um motor. Muito continuado, só podia dizer que eram os carros de bombeiros a ligar as bombas de água e nesse mesmo instante ouvi o meu cunhado a descer rapidamente as escadas e a dizer que havia um incêndio num prédio em frente, aqui na rua. 

 

Bem, eu ainda meio a dormir, salto da minha caminha e junto com a minha mulher viemos até á janela do quarto e, bem já estava o espectáculo montado na nossa rua.

 

 

E em dois minutos apenas, passou disto...

passou para isto...

e acabou nisto.

 

Bem, não exactamente nisto, uma vez que de manhã viemos ver o resultado do incêndio.

 

Só não sabemos se atingiu alguém, mas a presença de ambulâncias e policia no local, fazia prever o pior. Mas aqui, não se põem a falar destas coisas na rua. O melhor que tenho a fazer é esperar que venha no jornal para poder saber mais alguma coisa. Mas espero bem que não tenha ferido ou matado ninguém.

 

Mas que foi um susto, foi.

 

 

 

publicado por Alvaro Faustino às 18:30
sinto-me: com um valente susto

20
Fev 09

 

 

Não só em Portugal se fala de crise financeira. Também aqui na Holanda se receia um pouco esta crise que se abateu no Mundo e na nossa Europa. Estas são as piores previsões para este ano. O que nos vale é que esta economia é mais dinâmica e ajusta-se mais rapidamente ás novas realidades.

 

A economia holandesa deve encolher 3,5% este ano. Esta é a previsão divulgada pelo Centraal Planbureau (CPB - Escritório Central de Planejamento). Uma recessão assim não ocorria na Holanda desde a crise econômica nos anos 30 do século passado.

As cifras são piores do que se previa. Há dois meses o CPB contava com um encolhimento da economia de 0,75%, mas a crise econômica e a recessão bateram mais forte do que se esperava. Para o próximo ano o CPB prevê um encolhimento de 0,15%, enquanto a previsão anterior era de crescimento da economia em 2010.


Os analistas ainda acreditam que o desemprego chegará este ano a 425 mil pessoas e no ano que vem a 675 mil - números bastante significativos num país que tem dezessete milhões de habitantes, dos quais cerca de oito milhões na ativa - respectivamente, 5,5% e 8,75% dos trabalhadores.

 

O primeiro ministro Jan Peter Balkenende, que estará em visita oficial ao Brasil no início de março, comentou que o desemprego é a previsão mais ‘dolorosa' no relatório do Centraal Planbureau. Ele disse que haverá o máximo possível de incentivos para ajudar na capacitação destes trabalhadores para recolocá-los no mercado de trabalho.

"Todos têm que colaborar. Achar que o governo pode resolver sozinho o problema é uma ilusão", afirma o premier, que acredita que apenas medidas de curto prazo não serão suficientes e que a própria estrutura econômica tem que ser reforçada.

O Centraal Planbureau ainda previu um corte de 3% no orçamento este ano e de 5,5% em 2010.

Já o poder de compra do holandês ainda se mantém, em média, bom. Ele deve aumentar este ano em 2,25% e permanecer o mesmo no ano que vem.

 

Conclusões do Centraal Planbureau:

- A economia holandesa encolhe este ano 3,5%

- O desemprego chega este ano a 425 mil (5,5%)

- No ano que vem, o desemprego chega a 675 mil (8,75%)

- O orçamento do governo diminui 3%

- No ano que vem, o orçamento diminui 5,5%

- O poder de compra médio aumenta em 2,5%

- Em 2010, o poder de compra permanece igual a 2009

 

In: http://www.parceria.nl/Holanda/

publicado por Alvaro Faustino às 21:27
sinto-me: atento

12
Ago 07

Duas, apenas duas semanas para as nossas férias. Agora é rápido, pois com a ajuda de uma pequena vitórias por terras estranhas, andarei mais ocupado e o tempo passará mais depressa.

 

Conseguimos alugar uma casa para nós. Agora que saimos da casa da empresa, poderemos ter direito a mais regalias. Para já, o primeiro ponto é conseguir o registo da Gemente Rotterdam. Depois é tentar o subsidio de arrendamento e só depois o néném e um trabalho directo, fora destas empresas de trabalho para emigrantes. A primeira coisa já está. Agora uma coisa de cada vez. Agora há que manter o trabalho para que possa pagar a renda, que é mais cara que a da empresa, mas tenho mais direitos, que é aquilo que nos interessa.

 

Agora falemos de Portugal. Quero saber como anda o tempo nesse cantinho da Europa. Quero saber se vou agora ou se tenho que adiar a viagem. Quero apanhar solinho e calor, porque de frio, nublado e chuva já estou cheio. Infelizmente o Verao aqui ainda nao chegou.

E noticias, contem-me coisas. Boas ou más nao me importa, apenas quero saber noticias.

 

 

publicado por Alvaro Faustino às 17:28

Junho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
comentários recentes
eu preciso trabalho se houver eu arrisco,,melhor q...
Boa tardeGostaria de tentar a minha sorte por lá t...
tem trabalho para mim moro no luxembourg mas gosta...
Ola alguém me pode ajudar a ter trabalho para ai p...
Que bom para si Ana. Pena não ter reparado na data...
Eu estou na holanda .Não trabalho porque não quero...
procuro trabalho na Holanda em estufas de flores p...
Gostaria de trabalhar em estufas na Holanda poi em...
quala é a empresa?
Boas, sou estudante e procuro trabalho no verão na...
blogs SAPO