Porque sem ele, não teríamos saído da Idade da Pedra. Com amor, respeito e opinião tudo se resolve, tudo evolui...

27
Jun 06

Como disse num anterior artigo, iria falar de uma coisa que se passou de negativo na noite de S. João. E o que se passou foi o seguinte e que passo a citar:

"A Linha Vermelha (B) e a Linha Verde (C) praticam modelos de operação semelhantes. Ou seja, ambas apresentam frequências de passagem de 20 minutos, entre as 22H00 e as 4H00, e de 30 minutos, após as 4H00."

Até aqui tudo muito bem, o Metro do Porto realmente colocou à disposição dos utentes, as composições, nos referidos horários. Mas...

"(...) o Metro assegura o transporte (...) nas melhores condições de rapidez, segurança e comodidade. (...) garantindo o melhor serviço para os principais pólos de divertimento da cidade. (...) Em toda a rede, a capacidade de transporte é largamente reforçada pela colocação em operação de veículos duplos, eminentemente nas linhas Amarela, Azul e Vermelha."

In : www.metrodoporto.pt

...foi nestes pontos que a porca torceu o rabo, ou melhor, que as coisas saíram dos carris. Se não vejamos.

  1. A capacidade foi reforçada com composições duplas, apenas em direcção ao Porto no inicio da noite, e do Porto ao fim da noite. Quem se dirigiu, como eu, para Vila do Conde, teve-o de fazer "enlatado" numa composição simples.
  2. "Nas melhores condições de", principalmente "segurança e comodidade", não foi verdade, pois tive de travar o fecho da porta com a força dos meus braços e corpo, para que uma mãe com uma bebé de 2 anos ao colo não ficassem esmagados na dita cuja, que pensava eu, ter sensores para evitar essas situações. Isto devido ao veículo dito "duplo em toda a rede", ser na realidade simples, no trajecto Santa Clara - Modivas Centro, ao fim da noite, com várias dezenas de pessoas regressando a casa. Para além disso, fiz a viagem em pé durante todo o trajecto (cerca de 10 km .) e com o ar condicionado desligado.
  3. E último, "para os principais pólos de divertimento da cidade." E eu que pensava que o metro servia o Grande Porto e não apenas aqueles que optaram por gozar o S. João no Porto. São as festas, não só da cidade, como para a maior parte dos concelhos limítrofes .

E tenho dito o meu descontentamento para com o Metro do Porto. Mas era de esperar uma diminuição da qualidade do serviço desde que a sua gestão passou para mãos do Estado. Basta ter como exemplo a Carris, os STCP e o metro de Lisboa. Todos têm um enorme buraco que o Zé Povinho anda a tapar.

 

publicado por Alvaro Faustino às 01:58

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Junho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
16
17

19
21
22

25
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
comentários recentes
Ola preciso de trabalho para a mulher se souberem ...
eu preciso trabalho se houver eu arrisco,,melhor q...
Boa tardeGostaria de tentar a minha sorte por lá t...
tem trabalho para mim moro no luxembourg mas gosta...
Ola alguém me pode ajudar a ter trabalho para ai p...
Que bom para si Ana. Pena não ter reparado na data...
Eu estou na holanda .Não trabalho porque não quero...
procuro trabalho na Holanda em estufas de flores p...
Gostaria de trabalhar em estufas na Holanda poi em...
quala é a empresa?
blogs SAPO