Porque sem ele, não teríamos saído da Idade da Pedra. Com amor, respeito e opinião tudo se resolve, tudo evolui...

08
Nov 06

Pois bem. Depois de tanto planeamento e adiamentos, chegou finalmente a hora de partir. É pois um dos últimos posts escritos ainda em Portugal. Parto esta madrugada à procura de uma vida que o meu próprio país não me consegue oferecer, por mais que se tente. Irei aprender entre outras coisas uma das mais importantes, provavelmente. Irei aprender a amar este país de uma outra perpectiva. Uma que não tenho nem consigo ter. Cá sinto-me sem futuro e preso de viver, por isso parto. Não por não gostar de Portugal ou dos portugueses, mas porque existe uma nuvem muito cinzenta a pairar sobre nós.

 

Deixo-vos a todos. Amigos e inimigos, com um abraço ternurento e saudoso, mas sem ser um adeus, antes um:

ATÉ BREVE.

Pois para onde vou também existe internet e tanto este como o outro blog, estarão sempre com novidades.

publicado por Alvaro Faustino às 01:05
sinto-me: de partida
tags:

Novembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
comentários recentes
Ola preciso de trabalho para a mulher se souberem ...
eu preciso trabalho se houver eu arrisco,,melhor q...
Boa tardeGostaria de tentar a minha sorte por lá t...
tem trabalho para mim moro no luxembourg mas gosta...
Ola alguém me pode ajudar a ter trabalho para ai p...
Que bom para si Ana. Pena não ter reparado na data...
Eu estou na holanda .Não trabalho porque não quero...
procuro trabalho na Holanda em estufas de flores p...
Gostaria de trabalhar em estufas na Holanda poi em...
quala é a empresa?
blogs SAPO